50 Caminhada

Caminhada

Deixa surgir através do olhar
A luz que se agita na alma
Acaricia , abençoa , acalma
Expandindo amor sem cessar

Esclarece mesmo sussurrando
Por aonde passas a qualquer hora
É um teu irmão que esta chorando

Junta os recursos de uma vida inteira
Que guardaste em forma de ternura
Sai pela noite na madrugada escura
Tirando a criança , da dor , da fome , da tremedeira

Reune todo calor até agora conquistado
Abra os braços no gesto de amizade
Deixa essa fogueira de amor e caridade
Aquecer o triste que sofre abandonado

Depois retorne ao lar abençoado
Sorrindo qual o Sol de primavera
Abra sua porta com muito cuidado
Pois lá dentro , a luz do Cristo , te espera !

Autor: Espírito José Grosso
Médium: Álvaro Basile Portughesi
Dezembro 2004

50 Amizades

Amizades

Fonte:
Folha Equilíbrio
SP/12fev2004
Página 6 a 8

Amizades, paixões, ternura: temas que, à primeira vista, parecem ser de interesse apenas da vida privada, assunto particular, já atraem pesquisadores de várias ciências, das humanas às médicas.

No Brasil, o Grupo de Pesquisa em Antropologia e Sociologia da Emoção (Grem), especialização ainda pouco conhecida, estuda os mecanismos que sustentam fenômenos considerados subjetivos como as amizades e o modo como estas moldam a sociedade e são moldadas por ela.

“Ao ser amigo, eu deixo de ser singular, tenho regras, mesmo que implícitas, de conduta, de comportamento, de afeto. Amizades fazem com que as pessoas consigam administrar um tipo de vida, ter projetos como indivíduo, atuar e cumprir seu destino na sociedade”, diz o antropólogo Mauio Koury, professor da Universidade Federal da Paraíba e coordenador do Grem.

Amizade aqui é entendida como a duradoura, a sólida, ressalva que sé faz ainda mais necessária por causa da banalização da palavra – o brasileiro chama de amigo o garçom, o flanelinha e até o desconhecido a quem pede uma informação na rua. Mas as amizades longas são as que contam.

“Amizade que acaba é porque nUnca começou. Se não for algo que sai do pragmático, do imediato, não é verdadeiro”, diz o filósofo e colunista da Folha: Mario Sergio Cortella.

Esse “ciclo longo” de relacionamento, segundo denomina o antropólogo José Guilherme Magnani, do Núcleo de Antropologia Urbana da Universidade de São Paulo, não tem como base o trabalho ou lealdades específicas. A disponibilidade de trocas a longo prazo é o que sustenta as parcerias no decorrer do tempo, diz o antropólogo.

O que faz surgir aquela amizade “para sempre” está além das explicações da razão.

“Não é optativo. Todos tropeçam em pessoas com quem teriam esse tipo de relacionamento, mas podem reconhecê-Ias ou não naquele momento”, diz o psicanalista Armando Colognese Jr., supervisor do curso de formação em psicanálise do Instituto Sedes Sapientae,
de São Paulo.

Embora não se conheça por completo a química da amizade, Colognese acredita que ela não acontece, pelo menos na forma duradoura e produtiva, com pessoas muito iguais entre si.

“A amizade requer aquele raro ponto médio entre semelhança e diferença”,

escreveu o filósofo norte-americano Ralph Waldo Emerson (1803-1882).

Outra característica que diferencia as amizades de longa data é a possibilidade de confronto sem ruptura. “Se você me importa, eu me incomodo com você. Incomoda-me se você está certo, errado, o que você fala e até a forma de você se vestir”, diz Cortella.

Amigo é quem pode falar aquilo que não gostamos de ouvir. O administrador de bufê Walter Pires Jr., 46, viveu essa situação com a fonoaudióÍoga Gláucia Domingues, 45, sua amiga há mais de 30 anos. Pires conta que, certa vez, disse à Gláucia que discordava do caminho que ela estava tomando no campo sentimental. A resistência da fonoaudióloga a ouvir os consehos do amigo o levou a encerrar o assunto, mas não sem antes avisar: “Tudo bem, mas não peça mais a minha ajuda”. Pires acredita que essa frase tenha: feito “cair a ficha” e, passado o tempo regulamentar de cicatrização de mágoas; a amizade voltou a ser o que era.

A possibilidade de superar mágoas também é pressuposto e resultado de amizades duradouras, diz Colognese.

Requer maturidade, é óbvio, e também uma das maiores virtudes do ser humano, segundo o psicanalista, que é a capacidade de reconhecer os próprios limites e saber onde procurar o que falta – e a amizade é um espaço privilegiado para essa busca.

As amizades iongas são mais raras porque, mesmo que surgidas num golpe do acaso, dão muito mais trabalho. “Amigo pede dinheiro emprestado, bebe, dá um trabalhão, mas você sabe que um dia estará carregando a alça do caixão dele e chorando sua partida sem saber bem o motivo”, diz Cortella. É um esforço mais de compreensão e aceitação do diferente do que de convivência física. “Nem é preciso encontrar-se sistematicamente, há um pressuposto de que a amizade exista”, diz o antropólogo Mangnani. Na amizade sólida, o tempo é uma contingência. Não afasta, apenas adia.

Ao lado da afinidade e do respeito, a criação de certos rituais reaviva o pacto de confiança ou lealdade que, para Koury, é elemento fundamental da amizade longa. Ele diz que, em certas sociedades, como as indígenas, os rituais são muito precisos, com regras predeterminadas. Na sociedade ocidental, os rituais são criados um pouco aleatoriamente.

Para Rosa Ramos, 60, e MaJa Lúcia Buso, 47, o ritual é o treino de vôlei, praticado religiosamente três vezes por semana .na ACM (Ass. Cristã de Moços) da Lapa, em São Paulo. A afinidade no esporte criou uma sólida amizade além das quadras e deu vitórias afetivas e emocionais à dupla. “Por causa das amigas do vôlei, nem preciso fazer terapia”, diz Mara.
Pesquisas médicas indicam que amizades são mesmo fundamentais para a saúde mental e física.

Gerald Ellison, diretor do serviço de psiconeuroimunologia do Centro de ‘Uatamento de Câncer da América, em Tulsa, Ok1ahoma (EUA), diz que “sem amizades experimentamos isolamento, solidão, sentimentos associados a doenças. Amigos podem aumentar nossa esperança. E maior esperança está associada a melhor desempenho do sistema imunológico”. Foi o que vivenciou a advogada Teresa Casadeval, 45.

Em 1978, ela teve um linfoma bastante sério, tratado por Drauzio Varella. Curou-se completamente e acha que sobreviveu não só pelo tratamento mas também pelo apoio que recebeu das amigas de infância, que mantém até hoje.

Não é novidade que o apoio emocional de amigos ajuda a lidar com situações de estresse. Agora, uma pesquisa da Universidade da Cálifórma (EUA) sugere que, nas mulheres, as substâncias produzidas pelo cérebro em resposta ao estresse levam-nas a procurar suas amigas. Aparentemente, quando é liberado um hormônio chamado oxitocina, os impulsos de lutar ou de fugir, associados ao estresse, são substituídos por uma tendência para unir-se aos amigos e dar carinho, explica Laura Cousin K1ein, professora de saúde biocomportamental na Universidade Estadual da Pensilvânia (EUA). Quanto mais a convivência é realizada, mais oxitocina é liberada, o que produz um efeito calmante e reduz o estresse.

Amizades sólidas também propiciam uma velhice melhor. “Principalmente se você tem o privilégio de conviver com jovens com quem criou vínculos de afeto sem que eles sejam de sua família”, diz o advogado e ex-ministro da Justiça José Gregori, 73. Gregori tem um grupo de jovens amigos e acha que a amizade de.velho com jovem é geralmente plural. “Mais ou menos a idéia de Sócrates e seu grupo, mas pensando como discípulos do meu afeto”, diz.

Um desses amigos, o advogado Gustavo Hungaro, 29, conta que admirava Gregori desde que cursava a faculdade de direito, mas ele era um referencial ainda distante. Quando começaram a trabalhar juntos na Secretaria de Direitos Humanos, o contato profissional gerou um apreço recíproco e uma amizade que independe dos laços profissionais, mas mantém afinidades comuns à trajetória dos dois: “Estamos nos reunindo para organizar mesas redondas sobre as causas da violência. As grandes amizades também propiciam nossa ação no espaÃ
§o coletivo”, diz Hungaro, numa espécie de comprovação das idéias da antropologia da emoção discutidas por Mauro Koury.
*
*
***

50 Dia do Amigo e Amizade

20 de julho, dia do amigo
Antônio Moris Cury

Amizade = sentimento de amigo, afeto que liga as pessoas, reciprocidade de afeto, benevolência, amor (Moderno Dicionário da Língua Portuguesa, Michaelis, 1ª edição, 1998, Cia. Melhoramentos de São Paulo, página 132).

Amizade = sentimento fiel de afeição, simpatia, estima ou ternura entre pessoas que geralmente não são ligadas por laços de família ou por atração sexual; entendimento, concordância, fraternidade; benevolência, bondade (Novo Dicionário da Língua Portuguesa, Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, 2ª edição, 1986, Editora Nova Fronteira, página 106).

20 de julho é a data consagrada ao amigo. Depois de muita reflexão, associada ao decurso do tempo e, principalmente, às experiências vivenciadas, concluímos de repente, não mais que de repente, que a sabedoria popular, que é construída ao longo dos anos e fruto de agudíssima observação do dia-a-dia, está absolutamente correta: quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro! E que tesouro!

Referimo-nos, é claro, ao verdadeiro, afetuoso, benevolente, simpático, estimado, terno, fraterno, fiel e bondoso amigo, tal como se referem os dicionários aqui indicados a respeito da amizade, esta preciosa conquista que só se consolida com respeito e com fraterno amor, sempre.

Com efeito, só o veraz amigo é capaz de aceitar, com discernimento e compreensão e continuando a nos querer bem, os nossos defeitos e falhas, que são inúmeros e que nós mesmos só enxergamos em parte, quando conseguimos ter isenção suficiente e humildade bastante para perceber e admitir os nossos erros, males e equívocos.

Só ele, o autêntico amigo, é capaz de discordar de nossa opinião e de nossa orientação, com absoluta sinceridade, se entendê-las equivocadas, apontando outros rumos e apresentando novos argumentos, com o objetivo exclusivo de ser útil e de nos auxiliar, verdadeira, fraternal e bondosamente.

É ele, por igual, quem fica feliz quando alcançamos o bem-estar material, com trabalho, disciplina e esforço, e que será estendido à nossa família, assim como é ele quem vibra alegremente com o nosso progresso intelectual e, sobretudo, moral.

Por essas rapidíssimas observações, vê-se, assim, que poucos são os amigos verdadeiros, com os quais podemos contar nos momentos de dificuldade de variada ordem, de ansiedade, de angústia, de medo, de dor e de aflição.

Isto, porém, faz parte do processo evolutivo, a que todos estamos sujeitos, uma vez que o progresso é uma lei natural, que, como toda lei natural, é perfeita e por isso mesmo imutável.
O progresso do ser humano na escala evolutiva é lento e gradual, até porque depende, quando menos, de seu livre-arbítrio, máxime quando vive na Terra, um planeta de provas e expiações, de categoria inferior no Universo, em que não se pode esperar perfeição, conquanto todos os esforços devam ser direcionados para a busca permanente da perfeição relativa e da felicidade suprema, destino final dos seres humanos, através do auto-aperfeiçoamento, diminuindo e de preferência eliminando o orgulho e o egoísmo, as duas maiores chagas da humanidade, que insistem em nos acompanhar e prevalecer em nossas atitudes e decisões.

Essa, talvez, a razão principal de serem tão raros os amigos verdadeiros.

Não obstante, gostaríamos de enfatizar, com a veneranda e abençoada Doutrina Espírita, que o homem pode sempre contar com pelo menos três amigos, não encarnados.

Em primeiríssimo lugar, pode contar com Deus, nosso Pai Celestial, a inteligência suprema do Universo, Autor da Vida e causa primária de todas as coisas, soberanamente bom e justo, que não abandona a nenhum de seus filhos e que, de quebra, oferece todas as oportunidades de que necessitem para progredir, ajustando e reajustando contas, quitando débitos ainda que parcialmente, estudando e aperfeiçoando-se, aprendendo sempre neste educandário chamado Terra, no mínimo a viver em harmonia com o seu semelhante, preferencialmente em regime de respeito, consideração e fraternidade.

Em segundo lugar, o homem pode contar com Jesus de Nazaré, o Cristo, o ser mais perfeito que já esteve na Terra, modelo e guia da humanidade, nosso mestre e amigo de todas as horas, que nos legou ensinamentos definitivos, revelando sobretudo que o amor é a lei maior da vida, razão pela qual sentenciou, resumindo a lei e os profetas, que devemos amar ao próximo como a nós mesmos, com o que estaremos amando a Deus sobre todas as coisas, ou seja, aconselhando que façamos ao próximo exatamente aquilo que gostaríamos que ele nos fizesse.

E foi Ele, o Rabi da Galiléia, já naquela época, há quase 2.000 anos, quem deu a exata medida da importância e do extraordinário valor da amizade, ao dizer aos seus discípulos que: “Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho dado a conhecer” (Jo, 15:15).

Por fim, o homem pode contar com o seu Espírito protetor, o seu anjo da guarda, pertencente a uma ordem elevada, cuja missão é a mesma de um pai em relação aos filhos, procurando guiar o seu protegido pela senda do bem, auxiliá-lo com seus conselhos, consolá-lo nas suas aflições e levantar-lhe o ânimo nas provas da vida (questão 491 de O Livro dos Espíritos, a obra basilar do Espiritismo), vibrando quando haja acerto e lastimando quando haja erro nas decisões, que obrigatoriamente têm que ser tomadas pelo protegido, em razão de seu livre-arbítrio, com o que passa a ser por elas responsável, e naturalmente responsável pelas suas conseqüências. Não poderia ser de outra forma, uma vez que o anjo guardião não pode e não deve fazer a parte que compete ao homem.

Assim sendo, não fica difícil concluir que, ao contrário do que alguns pensam, nenhum ser humano está só!

(Jornal Mundo Espírita de Julho de 1998)
*
*
***

50 Amigos

Amigos

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade.
E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências …
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure.
E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao
meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo!
Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando
daquele prazer …
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

A gente não faz amigos, reconhece-os.

Vinícius de Moraes
*
*
***

52 Filmes Espiritualistas

FILMES ESPIRITUALISTAS
Autoria da lista: Maísa Intelisano – 10.09.2004

1. A Filha da Luz (Bless the Child) com Kim Bassinger – sobrevivência do espírito, vitória do bem sobre o mal. Criança apresenta poderes sobrenaturais, revelando-se a portadora da luz no mundo, contra o mal.
2. Falando com os Mortos (Talking to Heaven) com Ted Danson – mediunidade, vida após a morte, desencarne. Filme excelente, muito realista e baseado em fatos reais, contando como o sensitivo americano James van Praagh descobriu sua mediunidade. Todos os estudiosos e interessados das coisas espirituais deveriam assistir.
3. O Milagre Veio do Espaço (Batteries Not Included) de Steven Spielberg – vida em outros planetas, ajuda física e espiritual de entidades extraterrestres.
4. Stigmata (Stigmata) com Gabriel Byrne e Patricia Arquete – mediunidade de efeitos físicos, xenoglossia, obsessão. A misteriosa aparição das chagas de Cristo numa mulher sem fé causa espanto no Vaticano, que envia um padre para investigar o caso.
5. Revelação (What Lies Beneath) com Michelle Pfiffer – mediunidade, sobrevivência da alma, obsessão. Esposa de um médico conceituado começa a ver e sentir o espírito de garota desaparecida. Um ser fantasmagórico causa espanto nos ocupantes de uma casa e faz com que um segredo antes oculto venha à tona.
6. O Dom da Premonição (The Gift) com Keanu Reeves e Cate Blanchet – mediunidade, perturbação após a morte. O diretor Sam Raimi (Um plano simples) conta a história de Annie Wilson, uma viúva com dons psíquicos que pode ver o lado negro das pessoas.
7. O Mistério da Libélula (Dragonfly) com Kevin Costner – experiência de quase morte (EQM), mediunidade, projeção astral. Após tornar-se viúvo, um médico passa a crer que sua falecida esposa está tentando contactá-lo do mundo dos mortos, utilizando para tanto os pacientes por ele tratados que estejam à beira da morte.
8. Cocoon e Cocoon II (com Bryan Dennehy, Don Ameche e Jessica Tandy – vida em outros planetas, corpo espiritual. Após passarem a utilizar uma piscina abandonada sem saber que ela também vem sendo usada por alienígenas, um grupo de velhinhos passa a sentir os efeitos do rejuvenescimento.
9. O Pequeno Buda (Little Buddha) com Keanu Reeves e Bridget Fonda – reencarnação, filosofia budista. História de garoto americano que, segundo monges budistas, seria a reencarnação de Buda.
10. O Advogado do Diabo (Devil’s Advocate) com Al Pacino e Keanu Reeves – umbral, obsessão, mediunidade. Advogado é envolvido por entidade das trevas que se autodenomina o diabo.
11. O Campo dos Sonhos (Field of Dreams) com Kevin Costner – vida após a morte, mediunidade. Americano constrói campo de beisebol ao lado de casa e passa a receber a visita de jogadores famosos desencarnados.
12. Linha Mortal (Flatliners) com Julia Roberts e Kiefer Sutherland – projeção astral, vida após a morte, EQM. Cinco estudantes de Medicina resolvem fazer uma ousada experiência: atravessar a fronteira da morte e retornar para contar ao mundo o que acontece depois que uma pessoa morre.
13. Contato (Contact) com Jodie Foster – projeção astral, vida após a morte e vida em outros planetas. Cientista começa a receber mensagem codificada vinda do espaço, que ensina como construir uma máquina misteriosa, decodifica os sinais e recebe ajuda para tentar uma viagem diferente.
14. Ecos do Além (Stir of Echoes) com Kevin Bacon – mediunidade, efeitos físicos, vida após a morte. Kevin Bacon passa a ter estranhas visões após ser hipnotizado por sua cunhada numa festa.
15. Espíritos (The Frighteners) com Michael J. Fox – mediunidade, obsessão, efeitos físicos, projeção astral. Um homem que possui poderes paranormais os utiliza para assombrar pessoas comuns e, posteriormente, ganhar dinheiro afastando os maus espíritos que cria. Até que uma morte traz à tona uma estranha criatura assassina a qual ele é obrigado a enfrentar.
16. Em Algum Lugar do Passado (Somewhere in Time) com Christopher Reeves – reencarnação, projeção astral, mediunidade. Homem se projeta no passado para reencontrar uma paixão.
17. Minhas Vidas (Out on a Limb) com Shirley McLaine – reencarnação. Documentário sobre as lembranças de vidas passadas de Shirley McLaine.
18. Fenômeno (Phenomena) com John Travolta – mediunidade de cura, xenoglossia, clarividência. Homem sofre acidente com raio e passa a ter poderes paranormais.
19. Voltar a Morrer (Dead Again) com Kenneth Branagh, Emma Thompson, Robin Williams – reencarnação. Um detetive encontra problemas para decifrar um novo caso, envolvendo uma mulher que sofre de amnésia e tem terríveis pesadelos. Após ser levada a um hipnotizador, ele descobre que ela possui uma ligação espiritual com uma pianista que fora assassinada no auge da sua fama.
20. A Cela (The Cell) com Jennifer Lopez – projeção astral, telepatia. Jennifer Lopez é uma psiquiatra que utiliza um método inovador para entrar na mente de um perigoso assassino e descobrir onde ele escondeu sua mais recente vítima.
21. Ghost, do Outro Lado da Vida (Ghost) com Patrick Swayze e Demi Moore – desencarne, vida após a morte, mediunidade. Após ser assassinado, um jovem bancário busca ajudar sua esposa ainda viva, contando com o auxílio de uma médium charlatã para fazer a comunicação entre eles.A Casa dos Espíritos (House of the Spirits) com Jeremy Irons, Meryl Streep e Winona Ryder – imortalidade da alma, clarividência, premonição. Saga de uma família, cuja mãe tem dons parapsíquicos.
22. O Sexto Sentido (The Sixth Sense) com Bruce Willis – vida após a morte e mediunidade infantil. Psiquiatra tenta ajudar garoto que vê espíritos, até ter uma bela surpresa.
23. Além da Eternidade (Always) com Richard Dreyfuss e Holy Hunter – imortalidade da alma, mentores espirituais. Após morrer em acidente aéreo, o espírito de um bombeiro florestal retorna para ajudar sua namorada a viver sem ele.
24. Cidade dos Anjos (City of Angels) com Nicolas Cage e Meg Ryan – imortalidade da alma, mentores. Um anjo que caminha na Terra se apaixona por uma jovem médica e se vê no meio de uma difícil decisão: continuar sendo um anjo ou tornar-se mortal e viver a paixão existente entre os dois.
25. Os Outros (The Others) com Nicole Kidman – vida após a morte, perturbação espiritual, mediunidade, desobsessão. Em plena 2ª Guerra Mundial, uma mulher parte com seus dois filhos para uma casa em uma ilha isolada, onde segue religiosamente certas regras que não podem ser quebradas. Até descobrir sua real condição.
26. À Espera de um Milagre (The Green Mile) com Tom Hanks – imortalidade da alma e mediunidade de cura, premonição. Homem paranormal é preso e aguarda a execução na penitenciária.
27. Amor Além da Vida (What Dreams May Come) com Robin Williams – imortalidade da alma, perturbação pós-morte, reencontro com entes queridos, umbral, vale dos suicidas. Após falecer em um acidente, a alma de um homem ruma para o céu. Porém, ele resolve enfrentar uma perigosa jornada ao saber que sua esposa se suicidou e está presa no inferno.
28. Manika (Manika) com Julian Sands e Stephane Audran – reencarnação e imortalidade da alma, lembranças de vidas passadas.
29. Morrendo e Aprendendo (Heart and Souls) com Robert Downey Jr.
30. As Duas Vidas
de Audrey Rose (Audrey Rose) com Anthony Hopkins – reencarnação
31. Alta Frequência (Frequency) com Dennis Quaid – sobrevivência do espírito, contato com os “mortos”, transcomunicação instrumental. Rapaz consegue se comunicar com o pai desencarnado por meio de rádio.
32. Do Inferno (From Hell) com Johnny Depp – projeção da consciência, premonição, retrocognição. Em pleno ano de 1888, um inspetor investiga os assassinatos em série de diversas prostitutas, que podem estar ligados à presença de Jack, o estripador.
33. A Premonição (In Dreams) com Anette Benning – mediunidade, premonição, clarividência, obsessão, psicometria. Estranhos sonhos que podem ser relacionados a uma onda de assassinatos atormentam uma escritora.
34. O Fantasma do Louvre com Sophie Marceau – apesar da abordagem meio infantil, vale como referência sobre aspectos bem interessantes da vida após a morte, tais como o apego a crenças, culturas e objetos materiais, além de tratar de mediunidade e telecinesia.
35. Sete Anos no Tibet (Seven Years in Tibet) com Brad Pitt – filosofia oriental. Após decidir escalar um dos picos mais altos do Himalaia, um alpinista austríaco corajoso e egoísta é preso pelos ingleses, que estão em meio à 2ª Guerra Mundial. Ele consegue escapar de seu cativeiro e retoma sua jornada até encontrar o jovem Dalai Lama, que o auxilia a recobrar sua espiritualidade.
36. Os Fantasmas se Divertem (Bettlejuice) com Winona Rider, Gena Davis, Michael Keaton e Alec Baldwin – apesar do enfoque meio pastelão, o filme é bem realista, com efeitos bem legais, tratando de temas como a vida após a morte, clarividência e telecinesia. Além disso, a atuação de Michael Keaton e a cena do jantar “dançante” valem a fita! Uma família barulhenta se muda para a casa que pertencia a um casal recém-falecido. Os fantasmas destes, incomodados com os novos visitantes, tentam assustá-los de todas as maneiras mas sempre fracassam devido à sua falta de experiência no assunto. Buscando ajuda, eles acabam apelando para um espírito mais experiente.
37. O Feitiço de Áquila (Lady Hawke) com Michelle Pfiffer, Rutger Rouer e Mathew Broderick – magia. Em plena Idade Média, um casal de amantes enfrenta um poderoso bispo, que é o responsável por uma maldição que impede que o amor entre os dois se realize.
38. O Segredo do Abismo (The Abyss) com Ed Harris e Mary Elizabeth Mastrantonio – vida intramarina, viagem astral (?) – a mensagem sobre seres de outras dimensões neste filme é fantástica, super positiva. Um submarino nuclear é atacado por uma nave não identificada, ficando à beira de um abismo oceânico. É quando um submarino que trabalha em uma plataforma de petróleo próxima é enviada para o local no intuito de investigar o naufrágio.
39. As Bruxas de Eastwick (The Witches of Eastwick) com Michelle Pfeiffer, Susan Sarandon, Cher e Jack Nicholson – magia, mediunidade, obsessão, vodu. Todas as quintas três mulheres solteiras se reúnem para falar sobre a monotonia da cidade onde vivem, a pequena Eastwick, e lamentar a inexistência de um homem que possa preencher suas vidas. Até que um dia chega o local Daryl Van Horne, trazendo consigo charme e mistério.
40. Fim dos Dias (End of Days) com Arnold Shwarzenegger e Gabriel Byrne – umbral, luta do bem contra o mal. Arnold Schwarzenegger é um amargurado guarda-costas que precisa proteger uma jovem, que é o alvo do demônio em pessoa para ser a mãe de seu filho.
41. As Bruxas de Salém (The Crucible) com Winona Rider e Daniel Day-Lewis – mediunidade, obsessão, histeria coletiva. Em pleno século XVII, um grupo de adolescentes é flagrado em ritual demoníaco. Ao serem interrogadas sobre o fato, elas passam a apontar as pessoas as quais não gostam como sendo verdadeiras bruxas, como forma de se vingarem.
42. O Bebê de Rosemary (Rosemary’s baby) com Mia Farrow e John Cassavetes – obsessão, efeitos físicos, viagem astral, magia. Uma jovem recém-casada faz amizade com seus vizinhos, mas aos poucos começa a suspeitar que eles são bruxos e que seu marido está compactuando com eles.
43. Vanilla Sky (Vanilla Sky) com Tom Cruise e Penélope Cruz – projeção/sonhos. Um playboy tem sua vida modificada por completo quando uma de suas ex-namoradas resolve cometer suicídio e levá-lo também para a morte. Ele sobrevive ao acidente, mas tem sua face desfigurada. A partir de então, ele descobre o amor de outra mulher e passa a ter estranhas visões.
44. Peggy Sue, Seu Passado a Espera (Peg Sue Got Married) com Kathlin Turner e Nicolas Cage – viagem astral e retrocognição. Após desmaiar durante uma festa de confraternização, uma mulher inexplicavelmente retorna ao passado e tem a chance de mudar sua vida por completo.
45. A Visão (The Sight) com Andrew McCarthy – mediunidade, clarividência, premonição – este filme é muito bom. Tem cenas bem legais de telecinesia, clarividência, efeitos físicos, etc.
46. Arquivo X – O Filme (The X Files) com David Duchovny, Gillian
Anderson e Martin Landau – vida em outros planetas, fenômenos inexplicáveis. Os agentes Fox Mulder e Dana Scully precisam investigar a existência de testes secretos que podem disseminar um vírus mortal no planeta. Aliás, os episódios da série também são muito bons. Foram lançados pacotes com os episódios de cada temporada gravados em DVD. Vale a pena conferir.
47. Poltergeist – O Fenômeno (Poltergeist) – transcomunicação instrumental, mediunidade infantil. Uma família inteira se vê ameaçada por estranhos fenômenos que ocorrem em sua casa, chegando ao ponto da caçula ser levada para dentro da tela de uma televisão. Recebeu 3 indicações ao Oscar.
48. Possuídos (Fallen) com Denzel Washington, John Goodman, Donald Sutherland e James Gandolfini – reencarnação, mediunidade. Após ter prendido e condenado à cadeira elétrica um perigoso serial killer, um policial nota estranhas coincidências que fazem com que ele conclua que o assassino retornou na forma de um anjo amaldiçoado.
49. Da Magia à Sedução (Practical Magic) com Sandra Bullock e Nicole Kidman – mediunidade e obsessão. Duas irmãs descendentes de feiticeiras tentam levar uma vida normal, mas sofrem com uma maldição que diz que todo homem que se apaixona por uma integrante de sua família é levado à morte.
50. Dogma (Dogma) com Ben Affleck, Matt Damon, Salma Hayek e a estréia no cinema da cantora Alanis Morisette – filme muito bom que questiona os dogmas da Igreja Católica (especialmente o que diz que Deus é homem), tem cenas muito legais da ação dos espíritos no mundo material, e trata da luta do bem contra o mal.
51. Dona Flor e Seus Dois Maridos com Sônia Braga e José Wilker – clarividência, obsessão, mediunidade, efeitos físicos. Após se casar pela segunda vez, o espírito do ex-marido volta para atormentar uma mulher.
52. Drácula de Bram Stocker (Bram Stocker’s Dracula) com Gary Oldman, Winona Ryder, Anthony Hopkins e Keanu Reeves – obsessão/possessão, mediunidade. O diretor Francis Ford Coppola (Apocalypse Now) traz uma adaptação fiel do livro de Bram Stoker, mostrando a busca do Conde Drácula pela reencarnação de sua amada.
53. Os Caça-Fantasmas I e II (Ghostbusters) com Bill Murray, Dan Aykroyd, Sigourney Weaver, Rick Moranis e Harold Ramis – efeitos físicos, mediunidade, obsessão, possessão, clarividência, ectoplasmia. Um grupo de parapsicólogos desempregados decide se unir para formar os Caça-Fantasmas, que têm como grande missão livrar Nova York de um ataque de fantasmas, monstros e outras criaturas do além.
54. Carrie, a Estranha (Carrie) com Sissy Spacek, Amy Irving e John Travolta – obsessão, efeitos físicos, telecinesia. Uma jovem dotada de poderes extra-sensoriais é rejeitada por todos. Até que, em sua festa de formatura, ela é ridicularizada pelos colegas, o que desencadeia uma série de violentos acontecimentos orquestrados pela garota.
55. A Casa Amaldiçoada (Haunting) com Liam Neeson, Catherine Zeta-Jones e Lili Taylor – ef
eitos físicos, telecinesia, mediunidade, possessão. Um cientista convida três jovens para uma experiência em uma mansão mal-assombrada, que traz muitas surpresas a todos eles.
56. O Céu Pode Esperar (Down to Earth – 2001) com Chris Rock – reencarnação, plano espiritual. Um comediante negro tem por sonho atuar em uma casa de show lendária antes que ela feche as portas, mas ele acaba morrendo antes. Ao chegar ao céu, descobre que sua morte foi um erro e ele acaba retornando à vida na pele de um milionário branco.
57. O Céu Pode Esperar (Heaven Can Wait – 1978) com Warren Beatty – Após ter morrido antes da hora, um jogador de futebol americano é enviado de volta à Terra no corpo de milionário que acaba de ser assassinado pelo amante de sua esposa.
58. Final Fantasy (Final Fantasy: The Spirits Within) – animação sobre projeção astral. Em meio ao caos e destruição a raça humana busca sobreviver à uma ameça vinda do espaço, depositando todas as suas esperanças na busca de uma brilhante cientista.
59. K-Pax (K-Pax) com Kevin Spacey e Jeff Bridges – vida extra-terrestre, mediunidade, telecinesia. Após um homem misterioso, que diz ter vindo de outro planeta, ser internado em um hospício, um psiquiatra passa a examiná-lo disposto a provar que ele na verdade sofre de uma grave síndrome de personalidade.
60. Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind) com Richard Dreyfuss e Fraçoise Truffaut – vida em outros planetas, canalização ET, mediunidade. O repentino aparecimento de um disco voador resulta em uma série de acontecimentos, que tem seu ápice em um encontro entre humanos e extraterrestres
61. Encontro Marcado (Meet Joe Black) com Brad Pitt e Anthony Hopkins – esse filme é mais para reflexão, pois trata de descobrirmos que vamos morrer e termos uma chance de revisar nossa vida, mas inclui algo sobre mediunidade.
62. O Enigma da Pirâmide (Young Sherlock Holmes) com Barry Levinson – alucinações, pânico coletivo.
63. Lembranças de um Verão (Hearst in Atlantis) com Anthony Hopkins – clarividência viajora, mediunidade de cura. Após um amigo falecer, um homem de meia idade passa a relembrar o verão que passou quando teve 11 anos, em que um novo vizinho o ajudou a compreender melhor o mundo.
64. A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça (Sleepy Hollow) com Johnny Depp e Cristina Ricci – vida após a morte, reencarnação, causa e efeito, ação e reação. Filmagem de conto clássico americano.
65. Matrix (Matrix, Matrix Reloaded e Matrix Revolutions) com Keanu Reeves, Laurence Fishburne e Carrie-Anne Moss – trilogia fantástica sobre realidade paralela ou projeção astral, com conceitos de várias filosofias orientais e ocultistas.
66. A Espinha do Diabo (El Espinazo del Diablo) com Marisa Paredes – mediunidade, clarividência, obsessão, perturbação espiritual. Durante a Guerra Civil espanhola, um menino de 12 anos é deixado em um orfanato onde é recebido com hostilidade e violência pelas demais crianças e por um funcionário. Lá ele recebe a visita do fantasma de um menino que foi assassinado na instituição e que deseja que ele execute sua vingança.
67. Feito no Céu (Made in Heaven) com Kelly McGillis – vida após a morte, reencarnação.
68. Fernão Capelo Gaivota (Jonathan Livingston Seagull) s/atores – filmagem do livro de Richard Bach, tratando poeticamente da vida física como parte da vida espiritual.
69. Joelma, 23º Andar com Beth Goulart – premonição, vida após a morte, mediunidade.
70. O Corpo (The Body) com Antonio Banderas e Olivia Williams – filme interessante tratando dos conflitos religiosos e culturais entre judeus, árabes e cristãos. A descoberta de um corpo que pode ser de Jesus Cristo levanta polêmica, já que a comprovação da autenticidade do corpo pode arruinar a credibilidade da Igreja Católica.
71. ET – O Extraterrestre (E.T. The Extraterrestrial) com Drew Barrymore e Peter Coyote – vida extraterrestre.
72. Minority Report – A Nova Lei (Minority Report) com Tom Cruise – projeção astral, precognição. Em um futuro onde os crimes são previstos e evitados pela polícia antes mesmo de acontecerem, um dos principais integrantes do corpo policial é acusado de que cometerá o assassinato de alguém que não faz a menor idéia de quem seja.
73. Na Hora da Zona Morta (The Dead Zone) com Christopher Walken, Martin Sheen – psicometria. Após sair do coma, um homem passa a ter visões do futuro. É quando ele consegue visualizar que o futuro presidente americano será também o responsável por um conflito atômico no planeta
74. A Última Profecia (The Mothman Prophecies) com Richard Gere – mediunidade, possessão, obsessão. Pouco após a morte de sua esposa, um conceituado jornalista descobre que ela desenhara pouco antes de falecer uma série de estranhas imagens. Algum tempo depois ele é levado involuntariamente para uma cidade onde estranhos fenômenos estão ocorrendo e que podem estar relacionados às imagens desenhadas por sua esposa
75. Waking Life (Waking Life) – animação sobre projeção astral e outros assuntos espirituais. Após não conseguir acordar de um sonho, um jovem resolve conversar sobre os vários estados da consciência humana.
76. A Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro No Kamikakushi) – animação – viagem astral. Perdidos em uma viagem de mudança, Chihiro e seus pais acabam descobrindo uma misteriosa passagem que os leva até um mundo mágico. É lá que a jovem Chihiro precisará enfrentar uma jornada heróica para salvar seus pais, que foram transformados em porcos.
77. Irmão Urso (Brother Bear) – animação – Um índio é transformado em urso e passa a ver a realidade sob a perspectiva dos animais.
78. O Poder da Mente
79. A Mão do Diabo (Frailty) com Bill Paxton e Matthew McConaughey – Um misterioso homem se apresenta à polícia para denunciar a verdadeira identidade de um perigoso serial killer, o qual o FBI está à procura há tempos.
80. Visões de um Crime (The Caveman’s Valentine) com Samuel L. Jackson – Após ser afetado por esquizofrenia paranóica, um aclamado pianista passa a viver como sem-teto nas ruas de Nova York. Até que, quando um sem-teto morre, aparentemente de causas naturais, ele passa a ter certeza de que ele foi assassinado.
81. Solaris (Solaris – 2002) com George Clooney – Após ser chamado para investigar o comportamento dos integrantes de uma estação espacial, um psicólogo recebe a chance de reviver um grande amor através dos estranhos poderes de um planeta.
82. Sinais (Signs) com Mel Gibson – A fé de um pastor é testada quando em sua fazenda surgem misteriosos e imensos círculos, cuja origem é desconhecida.
83. Entrevista com o Vampiro (Interview with the Vampire: The Vampire Chronicles) com Tom Cruise – Em pleno século XX, um vampiro concede uma entrevista a um jovem repórter, contando como foi transformado em uma criatura das trevas pelo vampiro Lestat, na Nova Orleans do século XVIII.
84. Os Olhos de Laura Mars (Eyes of Laura Mars) com Faye Dunaway – Laura Mars é uma fotógrafa que está em evidência, pois utiliza “assassinatos” em seus trabalhos publicitários. Isto gera polêmica, mas lhe dá fama. Sua vida é afetada quando pessoas ligadas a ela são mortas. Laura tem visões dos crimes, mas para seu desespero só pode ver as vítimas, pois enxerga através dos olhos do serial killer.
85. O Iluminado (Shining) com Jack Nicholson – Um homem é contratado como zelador de um hotel em baixa temporada e, isolado com sua mulher e filho, gradualmente enlouquece enquanto forças sobrenaturais começam a perseguí-lo.
86. O Jardim Secreto (The Secret Garden) com Maggie Smith – Em uma casa de campo três crianças desafiam a governanta local ao usar um jardim abandonado, o qual passam a usar como esconderijo.
87. Irmão Sol, Irmã Lua (Fratello Sole, Sorella Luna) com Graham Faulkner – O diretor Franco Zeffirelli (Romeu e Julieta) leva às telas a história de São Francisco
de Assis. Recebeu uma indicação ao Oscar.
88. 21 Gramas (21 Grams) com Sean Penn – Três pessoas se conhecem após um acidente, tendo então seus destinos cruzados.
89. 13º Andar (The Thirteenth Floor) com Armim Mueller –
90. Um Visto para o Céu com Merryl Streep –
*
*
***

70 Blog: Plano de Posts

SinapsesLinks
Setorização dos Assuntos Publicados

Cod Tópico Finalidade do Post

50 Mensagens -Posts do e para o Amigo / Amizade
52 Mensagens -Posts Reflexões Espirituais / Auto-ajuda
54 Mensagens -Posts Científicas / Técnicas
56 Mensagens -Posts mensagens não classificadas
58 Espiritismo -Posts Mensagens Espíritas (psicografias)
60 Espiritismo -Posts exceto mensagens e biografias
62 Religiões -Posts todas exceto Espiritismo
64 Exoterismo -Posts tudo sobre Exoterismo
66 Biografias -Posts de Espíritas
68 Biografias -Posts toda e qualquer exceto Espíritas
70 Tecnologia -Posts relativos ao SinapsesLinks
72 Tecnologia -Posts de Tecnologia – interesse do Leal
74 Tecnologia -Posts todos não classificados

99 Outros -Posts não classificado noutros tópicos
*
*
***

58 Que Eu

Que eu

Que Deus não permita que eu perca o ROMANTISMO,
mesmo sabendo que as rosas não falam…

Que eu não perca o OTIMISMO,
mesmo sabendo que o futuro que nos espera pode não ser tão alegre…

Que eu não perca a VONTADE DE VIVER,
mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa…

Que eu não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS,
mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas…

Que eu não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS,
mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir, esta ajuda…

Que eu não perca o EQUILÍBRIO,
mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia…

Que eu não perca a VONTADE DE AMAR,
mesmo sabendo que a
pessoa que eu mais amo pode não sentir o mesmo sentimento por mim…

Que eu não perca a LUZ E O BRILHO NO OLHAR,
mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo escurecerão meus olhos…

Que eu não perca a GARRA,
mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos…

Que eu não perca a RAZÃO,
mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas…

Que eu não perca o SENTIMENTO DE JUSTIÇA,
mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu…

Que eu não perca o meu FORTE ABRAÇO,
mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos…

Que eu não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VER,
mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma…

Que eu não perca o AMOR POR MINHA FAMÍLIA,
mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia…

Que eu não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR
que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado…

Que eu não perca a vontade de SER GRANDE,
mesmo sabendo que o mundo é pequeno…

E acima de tudo…

Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente!

Que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois…

A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!

Francisco Cândido Xavier
*
*
***

58 Dia dos Pais

Aos Pais da Terra

Pelo Espírito José Grosso
Psicografia de Alvaro Basile Portughesi
SP/SP 09 Agosto 1990

Teu filho corre e é saudável?
Brinca com ele no campo da Vida!
Pois essa fase, além de divertida
deixa uma doce lembrança inapagável.

Teu filho não pode correr?
Brinca com ele carinhosamente!
O melhor remédio para o doente
é a Alegria, fazendo esquecer!

Teu filho vai bem nos estudos?
Parabéns pelo ilustre rebento,
que estudando usa o tempo,
mas brinque com ele contudo!

Teu filho não consegue estudar,
por obra de enfermo retardo?
Não te esquece que ele está no aguardo
e também deseja rir e brincar!

Teu filho casou-se?
Parabéns pelos netos e netas que virão,
sem esquecer que os netinhos desejarão
um vovô Alegre e muito brincalhão!

Para que esse mundo seja de Alegria
é preciso semear a esperança,
principalmente no peito da criança,
que será adulto um dia!

Comece em casa essa experiência
Vale a pena! Sorrir é viver!!!
E no Lar, quando o Amor renascer,
O mundo também sofrerá essa influência!

Olhe teu filho como amigo e irmão!

Ele precisa sentir-se igual,
e não deixa que lhe ocorra nada de mal,
e poderá ser teu pai na próxima encarnação!

Observe teu Lar com carinho!
A dedicada companheira que
todos os dias divide contigo
as lutas, as dores, as agonias.
Já pensastes se um dia ficares sozinho?

Abra as janelas para o Sol entrar!
Ame os teus, ame o mundo!
A Vida na Terra é um segundo,
não passe por ela sem Amar!

Reforme teu Lar com emoções!
Cante, dance, rega as flores!
Não nega para os teus amores,
a festa sublime dos Corações!

E quando o teatro da Vida mudar a cena,
e o colorido enfeitar teu jardim,
verás que tanto esforço assim pela Alegria,
Bem que valeu a pena!!!
*
*
***