Milindres

*
Por favor, click sobre a imagem para ampliá-la. Grato.
*


*

Justin Bieber

*

*
Justin Bieber

Um show com ingressos esgotados em 22 minutos no Madison Square Garden, 17 milhões de fãs no Facebook, um memoir publicado, o vídeo mais visto de todos os tempos no Youtube, ele dança, canta, tem trilhões de fãs por todo o mundo. Sim, parecem conquistas de uma longa vida, mas para Justin Drew Bieber, foram necessários apenas 17 anos.

O garoto da cidade de Stratford, interior do Canadá, que hoje é um sucesso mundial, não teve uma história fácil, para chegar onde está, foi necessário muito esforço, dedicação e força de vontade.

Desde criancinha, Justin gostava de música, vivia batucando nos móveis, e até tentava tirar algum acorde no violão – mesmo sendo bem maior que ele -, também aprendeu a tocar piano, e nunca teve aula de nenhum instrumento, ou de canto.

Aos 10 meses, os pais de Justin, Pattie Mallette e Jeremy Bieber, se separam, e Jeremy foi trabalhar fora da cidade, e Pattie trabalha duro para conseguir que eles tivessem um teto.

Justin conta em sua biografia oficial – First Step 2 Forever – que eles já moraram em habitações públicas, e que nunca passou pela cabeça dele que eles eram pobres, “nós tínhamos um ao outro, e isso era tudo o que precisávamos”, além de ficar bastante com a mãe, Bieber também frequentava muito a casa dos avós, e isso foi criando uma relação muito forte entre eles, e que permanece até hoje.

Mas esse era só o começo de uma vida brilhante! Apesar das dificuldades, Pattie conseguiu fazer que seu filho fosse maravilhoso, de todas as formas.

Aos 12 anos, Justin resolveu entrar em um concurso de música local, e a sua mãe dizia: “Justin, você nunca teve aula de canto, se você não ganhar, tudo bem.”, ela o apoiou, e ele não venceu em primeiro lugar naquele concurso, mas foi após ele, que o seu sucesso começou.

Tudo bem, vou explicar. Durante o concurso, Pattie foi gravando as apresentações, e no final, gostaria que a família visse o Justin se apresentando, e ele teve a ideia de colocar os vídeos no YouTube, assim era simples: apenas mandar o link para a família. E foi exatamente o que foi feito.

E, certo dia, Scooter Braun viu um vídeo, e depois outro, e outro, e pensou: “Preciso achar esse garoto.”, e começou a fazer contatos com a escola, parentes, e todas as pessoas que ele sabia que tinha ligação com Justin. Pattie já estava sabendo da “perseguição”, e ligou de um numero desconhecido para Scooter apenas para dizer a ele, que parasse de ligar, que ela e Justin, não estavam interessados em ter um produtor, mas essa ligação durou 3 horas, e foi o que definiu o futuro de Justin até agora.

Scooter fez uma proposta para os dois ficarem uma semana em Atlanta, que ele apresentaria algumas pessoas importantes a eles, e que se eles não quisessem mesmo lançar Justin na mídia, eles voltariam pra casa, era um convite sem compromisso.

Após conversar com seu filho, e decidir o que iam fazer, foram, e logo ao chegar, Justin já conheceu Usher – hoje, seu mentor – e ficou super animado, e já disse a ele: “Posso te cantar uma música sua?”, e Usher o ignorou.

Após alguns dias, Usher aceitou o pedido de Justin – não sabendo que era o mesmo garoto – e ficou abismado com o talento do garoto. E aqui, é o começo da carreira do Justin, acho que a partir de agora, desse momento da história dele, vocês já sabem o que aconteceu certo?
*
Aurora:
Sarah Leal Dias Gonçalves
Americana-SP
Blog: http://migre.me/40PPZ
*

Titília e o Demonão

*

*
Titília e o Demonão – cartas inéditas de Dom Pedro I à Marquesa de Santos
*
Cartas do Imperador Dom Pedro I para a Marquesa de Santos que se imaginavam desaparecidas foram encontradas, quase dois séculos depois, pelo autor, num arquivo dos Estados Unidos, e revelam aspectos insuspeitados da vida sexual e política na corte imperial.

Este livro vai ser um acontecimento na pesquisa histórica nacional.

Transcritos e comentados com erudição ímpar, esses documentos profundamente humanos e de alto valor histórico nos mostram um jovem monarca impetuoso e apaixonado, bem humorado, que escreve coisas libidinosas à amante, tenta acalmar as crises de ciúme dela e tem também seus acessos emocionais.

O livro revela um rico painel da vida cotidiana e política e dos costumes do Brasil durante o Primeiro Reinado.
*
Fonte: http://migre.me/41afI
*