Chico Xavier


*
DECÁLOGO DO BOM ÂNIMO
Pelo Espírito André Luiz. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: Coragem. Lição nº 08. Página 31.

1. Dificuldades? Não perca tempo, lamuriando. Trabalhe…
2. Críticas? Nunca aborrecer-se com elas. Aproveite-as no que mostrem de útil…
3. Incompreensões? Não busque torná-las maiores, através de exigências e queixas. Facilite o caminho…
4. Intrigas? Não lhes estenda a sombra. Faça alguma luz com o óleo da caridade…
5. Perseguições? Jamais revidá-las. Perdoe esquecendo…
6. Calúnias? Nunca enfurecer-se contra as arremetidas do mal. Sirva sempre…
7. Tristezas? Afaste-se de qualquer disposição ao desânimo. Ore abraçando os próprios deveres…
8. Desilusões? Por que debitar aos outros a conta de nossos erros? Caminhe para frente, dando ao mundo e à vida o melhor ao seu alcance…
9. Doenças? Evite a irritação e a inconformidade. Raciocine nos benefícios que os sofrimentos do corpo passageiro trazem à alma eterna…
10. Fracassos? Não acredite em derrotas. Lembre-se de que, pela bênção de Deus, você está agora em seu melhor tempo, – o Tempo de Hoje, – no qual você pode sorrir e recomeçar, renovar e servir, em meio de recursos imensos.
*
Colaborador:
Antônio Sávio de Resende – Tonhão
email’s: asavio921@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com; asavio13@uol.com.br;
“Impressões negativas? não precisas dizê-las; Anotando defeitos, procura as qualidades; Com motivos de queixa, não reclames, espera; Críticas sem proveito destacam-te o perfil; Encontramos nos outros o que temos em nós; Só vemos o que temos, isso é da Lei de Deus”. Emmanuel & Chico Xavier. Lição 14: Reflexos. Livro: Caminhos.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 28.152 dias.
Obrigado Senhor!
*
*
***

André Luiz 03


*
Nos domínios da voz
*
Observe como vai indo a sua voz, porque
a voz é dos instrumentos mais importantes
na vida de cada um.
A voz de cada pessoa está carregada
pelo magnetismo dos seus próprios
sentimentos.
Fale em tonalidade não tão alta que
assustenemtão baixa quecriedificuldade
a quem ouça.
Sempre aconselhável repetir com
paciência o que já foi dito para o
interlocutor, quando necessário, sem
alterar o tom de voz, entendendo-se que
nem todas as pessoas trazem audição
impecável.
Aquemnão disponha de facilidades para
ouvir, nunca dizer frases como estas:
“Você está surdo?”, Você quer que eu
grite?”, “Quantas vezes quer você que eu
fale?” ou “Já cansei de repetir isso.”
A voz descontrolada pela cólera, no
fundo, é uma agressão e a agressão
jamais convence.
Converse com serenidade e respeito,
colocando-se no lugar da pessoa que
ouve, e educará suas manifestações
verbais com mais segurança e proveito.
Em qualquer telefonema, recorde que no
outro lado do fio está alguém que precisa
da sua calma, a fim de manter a própria
tranqüilidade.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 28.003 dias.
Obrigado Senhor!
*
*
***

Beijar as Mãos


*
Beijar as Mãos
*
Pensemos!
A humildade do Chico foi e continua sendo uma mensagem em si, para todos nós.
Vida exemplar!
*
Texto no original.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.995 dias.
Obrigado Senhor!
*
*
***

ITENS DA FRATERNIDADE EM JESUS

20161228_fraternidade
*
ITENS DA FRATERNIDADE EM JESUS
Pelo Espírito Bezerra de Menezes. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Livro: União em Jesus. Lição nº 03. Página 27.
Mensagem recebida em Uberaba, em 16 de agosto de 1983.

Filhos, o Senhor nos abençoe!…
O trabalho de conscientização em Cristo é serviço pioneiro no plano físico, porquanto relaciona atividades, ou melhor, as atividades fundamentais do espírito desencarnado quando se reconhece defrontado pela grandeza da vida, perante o mais além.
O Tempo é o principal fator de aferição de quaisquer aquisições que se façam nesse terreno, de vez que o Tempo é o agente silencioso que preside o crescimento, a evolução e a maturação das sementes de renovação do mundo interior de cada um de nós, para que nossos recursos se descerrem plenamente ao sol do trabalho para o engrandecimento da vida em nós e fora de nós.
Em vista do exposto, comecemos por apresentar as figurações ou idéias-sínteses, destinadas a acordar as nossas consciências à plena luz da imortalidade.
Enumeraremos algumas dessas indicações básicas para nosso aproveitamento:
01 – Em toda questão difícil, indagar de nós mesmos o que faria Jesus em nosso lugar.
02 – Aceitar-nos por parte da família universal de Deus, na mesma moradia terrestre, moradia que permanece integrada no Plano Cósmico, à maneira de um conjunto residencial, renteando com inúmeros outros na Criação Divina.
03 – Cada criatura é um mundo por si, com leis e movimentos próprios, que nem sempre se harmonizam com os nossos.
04 – Ser-nos-á obrigação clara e simples aceitar os outros tais quais são, tanto quanto desejamos ser aceitos como somos, ante a consideração alheia.
05 – Reconheçamos a verdade de que todo bem e todo mal de que nos façamos autores para os que nos cercam, apresentarão, hoje, amanhã ou depois de amanhã, o somatório das bênçãos ou dos males de que tenhamos sido a causa.
06 – Atendendo-se à realidade de que somos psicologicamente diferenciados no campo geral da existência, respeitar sempre as necessidades ou os problemas do próximo, já que, por enquanto, não conseguimos desvencilharmo-nos dos nossos, no sentido imediato dessas palavras.
07 – Cada qual de nós neste justo momento está no melhor lugar, na melhor posição, na melhor tarefa e com os melhores companheiros que sejamos capazes de usufruir com o necessário proveito.
08 – As condições do berço e da família, do grupo social e dos compromissos que venhamos a assumir com outra pessoa ou com outras pessoas são áreas de dever a cumprir que não nos será lícito esquecer ou menosprezar sem danos para nós mesmos.
09 – Admitirmos sem discussão o imperativo de tolerância para com os outros, tanto quanto precisamos ou desejamos ser tolerados em nossa estrada comum.
10 – O trabalho, seja na condição de atividade profissional ou na prestação de serviço desinteressado aos nossos irmãos do caminho diário, é a nossa escola permanente, de cujos ensinamentos não nos será lícito desertar.
11 – Desculpar quaisquer ofensor de que nos julguemos vítimas, esquecendo esse ou aquele atrito que nos tenha colhido em más regiões de influência, com absoluto esquecimento dos desajustes havidos, para que a espontaneidade na prática do bem, seja em nós ou fora de nós, não sofra qualquer prejuízo.
12 – Entendendo-se que cada criatura se encontra no lugar que lhe é próprio, não nos permitirmos apreciações apressadas ou errôneas em torno dessa ou daquela pessoa.
13 – Abolir a queixa da conversação, na certeza de que se, porventura, tivermos alguma razão para essa ou aquela reclamação quanto aos outros, é possível que aqueles de quem nos queixamos, talvez possuam motivos mais fortes para se queixarem de nós.
14 – Ajustar-se à família à maneira do ouro entregue ao cadinho, para que se lhe promova a purificação.
15 – Regozijarmo-nos com o progresso alheio, na convicção de que o êxito nos visitará igualmente, na medida em que nos esforcemos por obtê-lo.
16 – Nunca olvidarmos, em matéria de afeição, que a renúncia a quaisquer alegrias decorrentes de conjunções prematuras será sempre superior a qualquer vitória passageira nos domínios da posse.
17 – Fixar o lado melhor das pessoas e dos acontecimentos, para que o lado sombrio desapareça naturalmente.
18 – Rejubilarmo-nos com aquilo que tenhamos ao nosso dispor, sem preocupação por obter o que talvez quiséssemos.
19 – Saber sorrir tanto nas horas de contentamento, quanto naquelas outras em que as inquietações estejam conosco.
20 – Abstermo-nos de gastar com a irritação, o tempo e os recursos da vida com reações desnecessárias e incompatíveis com o nosso dever de acompanhar o Divino Mestre.
21 – Não desconhecer que, muitas vezes, contra nós próprios, ser-nos á necessário ouvir as opiniões de companheiros e acatá-las, considerando o benefício geral e não os nossos próprios interesses pessoais que nos cabe sofrear, para que a felicidade dos outros nos favoreça com a alegria de ver os outros felizes e abrindo, com isso, novas estradas no campo íntimo que nos visem a melhoria e a paz, a compreensão e o bom ânimo.
22 – Habituarmo-nos a enxergar nos companheiros de experiência terrestre a parte melhor que apresentem, a fim de que nenhum deles perca o incentivo de agir e servir, trazendo a quota de seus esforços no bem para a felicidade do grupo a que nos vinculamos.
23 – Auxiliar para o bem geral em todo tempo, mas escolher o tempo adequado para tratar dos problemas difíceis e dos casos graves com os irmãos neles envolvidos.
24 – Exerçamos a paciência sem limites.
25 – Aceitar o amor que Jesus nos ensinou e nos legou por esquema a ser cumprido nas menores ocorrências do nosso campo de ação.
26 – Começar de nós mesmos o serviço de conscientização, transferindo-o em seguida às pessoas que nos sejam particularmente queridas e, logo após, transmiti-lo aos grupos humanos em geral.
Estes são alguns dos itens que, em outra ocasião, ser-nos-á possível desenvolver em nosso próprio benefício. Que o Senhor nos ampare e nos abençoe sempre são os votos reconhecidos. Bezerra de Menezes.
*
Colaborador:
Antônio Sávio de Resende – Tonhão
email’s: asavio921@uol.com.br; asavio@uaivip.com.br; asavio.fcvv@gmail.com; asavio13@uol.com.br;
O homem perguntou ao trabalho: – Qual o elemento mais resistente que encontraste, observando a natureza?
– A pedra, respondeu o trabalho.
A água que corria brandamente em derredor; escutou o que se dizia e, em silêncio, descobriu um meio de pingar sobre a pedra e, com algum tempo, abriu-lhe grande brecha, através da qual a água passava de um lado para outro.
O homem anotou o acontecido e indagou da água sobre o instrumento que ela usara para realizar aquele prodígio:
– A água humilde respondeu simplesmente: – Foi a Paciência.
Emmanuel & Chico Xavier. Livro: A Semente de Mostarda. Lição nº 27. Lição: Paciência e Prodígio.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.919 dias.
Obrigado Senhor!
*
*
***

As ciências da alma

20050408jpg1015_galpchicoxavier
*
Na obra “E a Vida Continua…”, do Espírito André Luiz, psicografia de Chico Xavier.

“A senhora Serpa refletiu alguns momentos e, dando a impressão de quem se propunha ganhar ensejo para balsamizar feridas íntimas, indagou com intenção:

– O senhor, que vem estudando as ciências da alma, acredita piamente que reencontraremos as pessoas queridas, depois da morte?

Fantini estampou um gesto de complacência e divagou:

– Não sei por que, mas, à frente de sua inquirição, veio-me à cabeça aquele pensamento do velho Shakespeare: “Os infelizes não possuem outro medicamento que não seja a esperança”. Tenho boas razões para crer que nos reveremos uns aos outros, quando não mais estivermos neste mundo; todavia, compreendo que a precariedade do meu estado orgânico é o agente fixador de semelhante convicção. A senhora já notou que as ideias e as palavras são filhas das circunstâncias? Imagine se nos víssemos hoje em plenitude da força física, robustos e bem apessoados, num encontro social, num baile por exemplo… Qualquer conceito, em torno dos assuntos que nos aproximam agora um do outro, seria imediatamente banido de nossas cogitações.

– É verdade.

– A moléstia aflitiva nos dá direito de entretecer novos recursos e novas interpretações, ao redor da vida e da morte, e, na esfera das novas conclusões que temos à frente, admito que a existência não acaba no túmulo. Estamos intimados a recordar aquela antiga ilação das novelas de amor, “o romance termina, mas a vida continua…”. O envoltório de carne tombará consumido; todavia, o Espírito seguirá adiante, sempre adiante…”
*
Colaborador: Ênio – RJ
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.808 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
Publicação número 11.153
http://wv8.com.br/comkardec.com/
https://www.facebook.com/comkardec/
www.facebook.com/EudisonLeal
https://sinapseslinks.wordpress.com/
*
O Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade – a caridade da sua própria divulgação”. Emmanuel
#comentar#20160406_Links03

Mediunidade

20150418_Parreira
*
Espírito André Luiz na obra “Mecanismos da Mediunidade”, psicografia de Chico Xavier.

“Depois de um século de mediunidade, (…), com inequívocas provas da sobrevivência, nas quais a abnegação dos Mensageiros Divinos e a tolerância de muitos sensitivos foram colocadas à prova, temo-la, ainda hoje, incompreendida e ridicularizada.

Os intelectuais, vinculados ao ateísmo prático, desprezam-na até agora, enquanto os cientistas que a experimentam se recolhem, quase todos, (…), observando-a com reserva.”
*
Colaborador: Ênio – RJ
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.798 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
Publicação número 11.086
www.comkardec.com/
https://sinapseslinks.wordpress.com/
www.facebook.com/EudisonLeal
#comentar#20160406_Links03

Obras Humanas

lecciones-vida-7-728
*
Espírito Emmanuel, na obra “Pão Nosso”, psicografia de Chico Xavier.

“Todas as obras humanas constituem a resultante do pensamento das criaturas. O mal e o bem, o feio e o belo viveram, antes de tudo, na fonte mental que os produziu, nos movimentos incessantes da vida.

O Evangelho consubstancia o roteiro generoso para que a mente do homem se renove nos caminhos da espiritualidade superior, proclamando a necessidade de semelhante transformação, rumo aos planos mais altos. Não será tão somente com os primores intelectuais da Filosofia que o discípulo iniciará seus esforços em realização desse teor. Renovar pensamentos não é tão fácil como parece à primeira vista. Demanda muita capacidade de renúncia e profunda dominação de si mesmo, qualidades que o homem não consegue alcançar sem trabalho e sacrifício do coração.”
*
Colaborador: Ênio – RJ/RJ
#comentar#20160406_Links03
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.705 dias.
*
Eu TE Agradeço Deus Pai!
== Sou septuagenário ==
== Publicação número 10.650
*
*** www.comkardec.com/
*** https://sinapseslinks.wordpress.com/
*** www.facebook.com/EudisonLeal
*** www.facebook.com/sinapses.links
#cadastrar#20160406_Links04

Espírito Emmanuel


*
Espírito Emmanuel em “Nos Domínios da Mediunidade”, obra do Espírito André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier

“Os laboratórios são templos em que a inteligência é concitada ao serviço de Deus, e, ainda mesmo quando a cerebração se perverte, transitoriamente subornada pela hegemonia política, geradora de guerras, o progresso da Ciência, como conquista divina, permanece na exaltação do bem, rumo a glorioso porvir. O futuro pertence ao Espírito!”
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.653 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/
*** https://www.facebook.com/EudisonLeal
*** https://www.facebook.com/sinapses.links
*** Cadastre-se: http://wp.me/P7cuxM-obF
*

Chico Xavier

image001
*
Colaboração:
adriana.conesbc@gmail.com
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.645 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/
*** https://www.facebook.com/EudisonLeal
*** https://www.facebook.com/sinapses.links
*** Cadastre-se: http://wp.me/P7cuxM-obF
*

Solidariedade


*
Espírito Emmanuel, na obra “Pão Nosso”, psicografia de Chico Xavier.

Muita gente se esquece de que a solidariedade legítima escasseia nos ambientes onde é reduzido o espírito de serviço e onde sobra a preocupação de criticar. Instituições notáveis são conduzidas à perturbação e ao extermínio, em vista da ausência do auxílio mútuo, no terreno da compreensão, do trabalho e da boa-vontade.

Falta de assistência? Não.

…..

Quando se verifique a invasão da desarmonia nos institutos do bem, que os agentes humanos acusem a si mesmos pela defecção nos compromissos assumidos ou pela indiferença ao ato de servir. E que ninguém peça ao Céu determinadas receitas de fraternidade, porque a fórmula sagrada e imutável permanece conosco no “amai-vos uns aos outros.”
*
Colaborador: Ênio – RJ/RJ
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.645 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/
*** https://www.facebook.com/EudisonLeal
*** https://www.facebook.com/sinapses.links
*** Cadastre-se: http://wp.me/P7cuxM-obF
*
*** http://wp.me/p7cuxM-odj Evangelho

Querido Brasil

20160313_Querido_Brasil
*
* Pindamonhangaba-SP – Domingo
* 13/mar/2016
*
*** .
*** Querido Brasil
*** .
*
Amigo(a),
Sejamos Abençoados!
Saúde!
*
Esta é a Pátria do Evangelho.
À casa novo dia damos mais um passo na evolução preconizada no livro
“Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho” Chico Xavier, Humberto de Campos.
Link1
Link2
Avante Brasil!
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.629 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/
*** https://www.facebook.com/EudisonLeal
*** https://www.facebook.com/sinapses.links
*
*** http://bit.ly/1PO5S7G KardecPinda
*** http://bit.ly/1KHUXve CronoKardec
*** http://bit.ly/1NO2rit CronoPinda
*** http://bit.ly/1GW9wHC Carta de Deus
*** http://bit.ly/1ORsDcs Deus te Abençoe
*** http://bit.ly/1RpZdkK Tolerância
*** http://bit.ly/1O0UGaK Sobre o blog
*** http://bit.ly/1MM3rWl Drogas

Emmanuel

20150408_Emmanuel
*
Espírito Emmanuel, na obra “Os Mensageiros”, do Espírito André Luiz, psicografia de Chico Xavier.

“Não falta concurso divino ao trabalhador de boa vontade.

E quem observar o nobre serviço de um Aniceto, reconhecerá que não é fácil prestar assistência espiritual aos homens.

Trazer a colaboração fraterna dos planos superiores aos Espíritos encarnados não é obra mecânica, enquadrada em princípios de menor esforço.

Claro, portanto, que, para recebê-la, não poderá o homem fugir aos mesmos imperativos.

É indispensável lavar o vaso do coração para receber a “água viva”, abandonar envoltórios inferiores, para vestir os “trajes nupciais” da luz eterna.”
*
Colaboração: Ênio – RJ/RJ
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.623 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/
*** https://www.facebook.com/EudisonLeal
*** https://www.facebook.com/sinapses.links
*

Pão Nosso

ee_20151116_EE_Ênio
*
Espírito Emmanuel, na obra “Pão Nosso”, psicografia de Chico Xavier.

“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha.” – JESUS (Mateus, 7:24)

…..

“É interessante verificar que o Mestre destaca, entre todos os discípulos, aquele que lhe ouve os ensinamentos e os pratica. Daí se conclui que os homens de fé não são aqueles apenas palavrosos e entusiastas, mas os que são portadores igualmente da atenção e da boa-vontade, perante as lições de Jesus, examinando-lhes o conteúdo espiritual para o trabalho de aplicação no esforço diário.”
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.585 dias.
Eu TE Agradeço Senhor!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/
*** https://www.facebook.com/sinapses.links

Seja Bem-Vindo!

20160108_Bem_Vindo_Seja
*
* Pindamonhangaba-SP – Sexta-feira
* 08/jan/2016
*
*** .
*** Seja Bem-Vindo!
*** .
*
Amigo(a),
Sejamos Abençoados!
Saúde!
*
Estamos de Casa Nova!
http://wv8.com.br/comkardec.com/
*
Com novos recursos técnicos quero aprimorar a comunicação.
Sua participação é fundamental.
Eu aguardo seu contato:
*
Palavras-chave:
Allan Kardec, Alma, Ansiedade, Arte, Atômico, Átomo, Auto Ajuda, Autonomia, Autorrealização, Avatar, Célula Biológica, Célula Humana, Cérebro, Chico Xavier, Ciência, Competência, CorelDraw, Cosmo, Depressão, Dever, Dinheiro, Discernimento, DNA, Dor Humana, Edgard Armond, Encéfalo, Entendimento, Espiritismo, Espiritualidade, Ética, Espírito, Espírito Matéria, Ética, Eudison, Família, Filosofia, Física, Francisco Cândido Xavier, Genealogia, Holismo, Holístico, Honestidade, Inteligência, Inteligência Artificial, Inteligência Humana, Jan Val Ellam, Janelas da Alma, Jesus, Jesus o Cristo, José Grosso, Kardec, Leal, Lógica, Maçon, Macro, Medicina Alternativa, Meditação, Médium, Memória, Memória Humana, Metafísica, Miramez, Música Clássica, Neurônio, Palminha, Paranormal, Perispírito, Pineal, Prazer, Prestígio, Poder, Psico, Psicobiofísica, Psicofonia, Psicografia, Psicometria, Ramatis, Salto Quântico, Segurança, Sérgio Felipe de Oliveira, Sinapse, Sinapseslinks, Sinapsesartes, Teosofia, Valores Espirituais, Valores Eternos, Valores Humanos, VBA, Virtude, Visual Basic, WordPerfect,
*
Eudison de Paula Leal
eudison@gmail.com
Eu te agradeço.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.564 dias.
Eu TE Agradeço Senhor!
*
*** http://wv8.com.br/comkardec.com/

Caridade

*
Link permanente para esta mensagem: http://wp.me/p1oMor-m7P
*

20130808_Caridade
*
Caridade

Filhos, em verdade, outra virtude não existe mais bela.

Todos os dons da vida, emoldurando-a, empalidecem como os lumes terrenos quando o sol aparece vitorioso.

Desde a antiguidade, a ciência e a filosofia erigem à própria exaltação gloriosos monumentos que se transformam em cinza, a fim de que elas mesmas se renovem.

Em todos os tempos, a autoridade e o poder fazem guerra que esbarram no sepulcro, entre sombra e lamentação.

Só a Caridade, filha do Amor Celeste, é invariável.

Com ela, desceu Nosso Senhor Jesus Cristo à treva humana e, abraçando os fracos e enfermos, os vencidos e desprezados, levantou os alicerces do Reino de Deus que as Forças do Bem na Terra ainda estão construindo.

Vinde, pois, à Seara do Evangelho, trazendo no coração a piedade fraternal que tudo compreende e tudo perdoa!…

Acendamos a flama da caridade quando orarmos!

Em nossas casas de socorro espiritual, achamo-nos cercados por todos os tipos de sofrimento, enquanto nos devotamos à prece…que decorrem de tristes almas desencarnadas a carregarem consigo as escuras raízes de ilusão e delinqüência, com que se prendem à retaguarda…

São as filas atormentadas daqueles que traficaram com o altar, que venderam a consciência nos tribunais da justiça, que mercadejaram com os títulos respeitáveis, que menosprezaram a bênção do lar, que tripudiaram sobre o amor puro, que fizeram do corpo físico uma porta à viciação, que se renderam às sugestões das trevas alimentando-se de vingança, que fizeram da violência cartilha habitual de conduta, que acreditaram na força sobre o direito, que se desmandaram no crime, que sepultaram a mente em pântanos de usura e que se abandonaram, inermes, à ociosidade, à perturbação, à perversidade e à morte moral…

Para todos esses corações encarcerados na sombra expiatória, é indispensável saibamos trazer, em nome do Cristo, a chama do sacrossanto amor que ilumina e salva, esclarece e aprimora…

Inegavelmente, enquanto na carne, não conseguis analisar a extensão das consciências em desequilíbrio que se nos abeiram das preces, como sedentos em torno à fonte…

Viveis, provisoriamente, a condição do manancial incapaz de saber quão longo é o caminho da própria corrente na regeneração do deserto.

Cabe-nos, assim, o mais amplo esforço para que a caridade persista em nossos pensamentos, palavras e ações, porquanto é imprescindível avivá-la também quando agimos.

No círculo doméstico e na vida pública, tanto quanto em todos os domínios de vossa atuação nas lides terrestres, sois igualmente defrontados pelos companheiros em desajuste que, como nos acontece a todos, anseiam por reerguimento e restauração.

Guardemos caridade para com todos aqueles que nos rodeiam…Para com os felizes que não sabem medir a própria ventura e para com os infortunados que não podem ainda compreender o valor da provação que os vergasta, para com jovens e velhos, crianças e doentes, amigos e adversários!…

Cultivemo-la em toda parte…Caridade que saiba renunciar a favor de outrem, que se cale ajudando em silêncio, e que se humilhe, sobretudo, a fim de que o desespero não domine os corações que pretendemos amar…

Todos na Terra suspiram pelo melhor.

A mulher que vedes, excessivamente adornada, muita vez traz o coração chagado de angústia.

O homem que surge, assinalado pela riqueza terrestre, quase sempre é portador de um vulcão no crânio entontecido.

A juventude espera orientação, a velhice pede amparo.

Onde estiverdes, não condeneis!

O lodo da miséria nasce no charco da ignorância em cujos laços viscosos a leviandade ainda se enleia.

Nós, porém, que já conhecemos a lição do Senhor, aquinhoados que fomos por sua bênção, podemos abreviar o caminho para a grande libertação, desde que a caridade brilhe conosco, dissipando a sombra e lenindo o sofrimento.

É assim que vos concitamos à mais intensa procura do Cristo para que o Cristo esteja em nós, de vez que somente no Espírito Divino de Jesus é que conseguiremos vencer a dominação das trevas, estendendo no mundo o império silencioso da caridade, por vitoriosa luz do Céu.

Chico Xavier (médium)
José Silvério Horta (espírito)
*
Fevereiro de 2000

Chico Xavier

Imagem

Caridade

*
Link permanente:___ http://wp.me/p1oMor-h9J
*
20130808_Caridade
*
Caridade
*
Caridade é, sobretudo, amizade.

Para o faminto é o prato de sopa. Para o triste é a palavra consoladora. Para o mau é a paciência com que nos compete ajuda-lo. Para o desesperado é o auxilio do coração. Para o ignorante é o ensino despretensioso. Para o ingrato é o esquecimento. Para o enfermo é a visita pessoal.

Para o estudante é o concurso do aprendizado. Para a criança é a proteção construtiva. Para o velho é o braço irmão. Para o inimigo é o silencio. Para o amigo é o estimulo. Para o transviado é o entendimento. Para o orgulhoso é a humildade. Para o colérico é a calma. Para o preguiçoso é o trabalho sem imposição. Para o impulsivo é a serenidade. Para o leviano é a tolerância. Para o maledicente – é o comentário bondoso. Para o deserdado da Terra – é a expressão de carinho. Caridade é amor, em manifestação incessante e crescente. É o sol de mil faces, brilhando para todos, é o gênio de mil mãos, ajudando, indistintamente, na obra do bem, onde quer que se encontre, entre justos e injustos, bons e maus, felizes e infelizes, porque, onde estiver o Espirito do Senhor, aí se derrama a claridade constante dela, a beneficio do mundo inteiro.

Emmnauel / Chico Xavier
*
Colaboração:
http://santajoanadarcespiritas.tumblr.com/

Para as Mulheres

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-fuw
*
HCkF_20120822_Flor_EPL_0147
*
Para as Mulheres
*
Alma gêmea de minha alma
Flor de luz de minha vida
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão.
Quando eu errava no mundo
Triste e só, no meu caminho,
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração.
Vinhas na benção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!
És meu tesouro infinito.
Juro-te eterna aliança
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!
Alma gêmea de minha alma
Se eu te perder algum dia…
Serei tua escura agonia,
Da saudade nos seus véus…
Se um dia me abandonares
Luz terna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus.
Emmanuel
*
Do livro “Há 2000 anos”, cap. IV
Psicografia: Chico Xavier
*
Colaboração:
Luiz Carlos Formiga
Rio de Janeiro-RJ

Destinos

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-fbv
*
20130113_Destinos
*
Destinos
*
DOS DESTINOS
Não poucas vezes vos preocupais, nas lides planetárias, com as provações necessárias, que julgais excessivas para as vossas forças.
Crede! O fardo que faz vergar os vossos ombros não é demasiado para as vossas possibilidades.
Deus tudo prevê e, sobretudo, a escolha de semelhantes provações é uma questão de preferência individual; é freqüente a vossa incompreensão a respeito desse ensinamento espiritualista.
Estais, porém, entre as masmorras da carne, a vossa consciência limitada freqüentemente se nega a encarar a luz em todos os seus divinos resplendores.

A VIDA VERDADEIRA
Somente fora da existência material podeis refletir acertadamente sobre a verdade. Apenas a vida espiritual é verdadeira e eterna.
E estais certos de que, com a satisfação dos menores caprichos sobre a face do mundo, poderíeis adquirir elementos meritórios para a existência real? O gozo reiterado não vos enlaçaria, mais ainda, na trama da carne passageira? Sabeis se poderíeis suportar a riqueza sem os desregramentos, a mesa lauta sem os desvios da gula, a posse sem o egoísmo, o bem-estar próprio com o interesse caridoso pela sorte dos outros seres?
Ponderai tudo isso e descobrireis o motivo pelo qual a quase totalidade dos seres humanos escolheu o cenário obscuro e triste das dores para argamassar o tesouro de suas felicidades imorredouras e o patrimônio de suas aquisições espirituais.

A ESCOLHA DAS PROVAÇÕES
Várias vezes já têm sido repetidos os ensinamentos que estou transmitindo sobre as provações terrenas de cada indivíduo.
Muito antes da encarnação, o Espírito faz o cômputo de suas possibilidades, estuda o caminho que melhor se lhe afigura na luta da perfectibilidade e, de acordo com as suas vocações e segundo o seu grau de evolução já alcançado, escolhe, em plena posse de sua consciência, a estrada que se lhe desenha no porvir, fecunda de progressos espirituais.
Dentro do infinito do Universo e com as faculdades integrais do seu próprio “eu”, reconhece a alma que somente a luta lhe oferta inúmeras possibilidades de evolução, em todos os setores da atividade humana; e, daí, a preferência pelos ambientes de dor e privação, abençoados corretivos que a Providência lhe oferece para a redenção do passado ou para o desenvolvimento das suas forças latentes e imprecisas; cada Espírito, voluntariamente, escolhe as suas sendas futuras, conforme o seu progresso e de acordo com os desígnios superiores.

O ESQUECIMENTO DO PASSADO
Na existência corporal, todavia, a alma sente a memória obscurecida, num olvido quase total do passado, a fim de que os seus esforços se valorizem; a consciência então é fragmentária, parcial, porquanto as suas faculdades estão eclipsadas pelos pesados véus da matéria, os quais atenuam ao mínimo as suas vibrações, constituindo, porém, esses poderes prodigiosos, mas ocultos, as extraordinárias possibilidades da vasta subconsciência, que os cientistas do século estudam acuradamente.
Tais forças e progressos adquiridos, o Espírito jamais os perde; são partes integrantes do seu patrimônio e, na vida material, podem emergir no exercício da mediunidade, nas hipnoses profundas, ou em outras circunstâncias que facilitam o desprendimento temporário dos elementos psíquicos.

O HOMEM E SEU DESTINO
Isoladamente, cada um tem no planeta o mapa das suas lutas e dos seus serviços. O berço de todo homem é o princípio de um labirinto de tentações e de dores, inerentes à própria vida na esfera terrestre, labirinto por ele mesmo traçado e que necessita palmilhar com intrepidez moral.
Portanto, qualquer alma tem o seu destino traçado sob o ponto de vista do trabalho e do sofrimento, e, sem paradoxos, tem de combater com o seu próprio destino, porque o homem não nasceu para ser vencido; todo espírito labora para dominar a matéria e triunfar dos seus impulsos inferiores.

A VIDA É SEMPRE AMOR
É dessa verdade que necessitais convencer-vos. Existe a provação e faz-se mister não se entregar inteiramente a ela. O espírito ordena e o corpo obedece. A luta é o meio para o êxito na conquista da vida. E a vida integral não é a existência terrena, repleta de vicissitudes sem conta; é a glorificação do amor, da atividade, da luz, de tudo quanto é nobre e belo no Universo; e a consciência é o laço que liga cada espírito a esse “nec plus ultra” que denominamos – a Eternidade.

Texto extraído do livro “Emmanuel”
Médium: Chico Xavier
Espírito: Emmanuel
Editora: FEB
*
Acervo do Leal: C:#1_Leal1_WPD200720070429WPD_Destinos

Paciência

*
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-faY
*
20100506_paciencia_esperanca
*
*
*
*
*
PACIÊNCIA E ESPERANÇA

Quem fala de paciência se refere à esperança.

A vista disso, paciência quer dizer “saber esperar”.

Nesse sentido, é justo recorrermos à inesquecível lição evangélica: “primeiro, a semente lançada à Terra; depois, a flor na ramaria; em seguida, a formação da espiga e, logo após, o grão surgindo na espiga assegurando a colheita.”

Não te retires da calma construtiva na tarefa que o mundo te deu a realizar.

Todas as forças da natureza aguardam com paciência as realizações às quais se destinam.

O fio d’água de uma nascente incorpora-se a outro formando a fonte e a fonte desce para o rio que a depõe na grandeza do mar. O tronco suscetível de auxiliar ao homem na construção da própria moradia não se fez de um momento para outro. O carvão é transformado em diamante no curso de milênios, sob a ação constante dos agentes químicos do solo.

Se acalentas algum plano de felicidade; se aspiras a conquistar o conhecimento superior; se anseias obter a compreensão de um ente amado ou se desejas a recuperação de um ente querido, trabalha e serve sempre na direção do alvo por atingir, sem desânimo e sem precipitação, contando com Deus, porque as Leis Divinas para te garantirem a concretização desse ou daquele propósito, em matéria de execução do bem, apenas te solicitam saber esperar.

Sinal de paciência.

Um notável sinal de paciência é aquele da pessoa que, interpelada por mais de cinco vezes, sobre o mesmo assunto, atende sempre, com a mesma gentileza e com o mesmo tom de voz da primeira resposta.

Livro: PRONTO SOCORRO
Espírito: Emmanuel
Psicografia: Chico Xavier
*