Luzes Assíncronas (lindas!)

*
Luzes Assíncronas (lindas!)
*
Senhor Jesus, o Cristo de Deus!
Orientai-nos, Senhor!
*
Entendo que as diferenças entre nós, os humanos, é que trazem o lindo colorido da vida.
Cada um de nós vê e percebe a Realidade Existencial de uma forma distinta e mutável ao longo da encarnação.
O processo é dinâmico!
*
Das 3.821 pessoas do meu cadastro de e-mails, 44 são realmente consciente do seu compromisso mediúnico para com a sociedade dos terráqueos.
Esta apuração de 1,15% na lista de nomes é significativa, são múltiplos os seus significados.
A importância do fato está na evidência na sintonia que fazem, ao longo tempo, no Amor ao Ser Humano, a despeito das diferenças biológicas e espirituais.
*
A “lista” é incompleta e dinâmica!
*
Convido ao leitor para que exerça crítica sobre tudo quanto está feito.
A crítica ajuda-me a corrigir os excessos e omissões.
*
A título de ilustração estou anexando imagens.
Tipos de Mediunidade:
http://wv8.com.br/comkardec.com/2006/07/14/60-mediunidades/
*
Amigo(a) visitante, salve!
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 28.178 dias.
Obrigado Senhor!
*





Álvaro Basile Portughesi


*
Amigo visitante, Salve!
Conheça este pequeno texto escrito pelo meu amigo, de muitos anos, contando uma pequena parte da sua própria vida.
O Álvaro me franqueou esta preciosa informação.
Estou compartilhando com você.
Participe deste Banquete Espiritual.
*

*
[02:10, 10/5/2017] +55 11 99857-5396: Levado pelos fenômenos físicos que ocorriam com a minha mediunidade, passei a visitar a Fraternidade Espírita Doutor Dias da Cruz na Cidade de Caratinga, nas Minas Gerais. Essa Casa abençoada, realizava trabalhos de materialização, cujos irmãos espirituais, materializados, executavam verdadeiros prodígios em cirurgias com propósitos curativos. Presenciamos naquele Centro, feitos incríveis. Havia nesses trabalhos um médium de nome Antônio, com um grande potencial, pois a sua liberação de ectoplasma, propiciava condições para que três Espíritos se materializassem de uma só vez. Homem simples, cujo trabalho profissional era o de conduzir uma carroça. Presenciamos naquela Casa, coisas do arco da velha, quanto a mim, que passava por serias obstruções arteriais, lá recebi a cura pelas mãos Espirituais do mentor Josef Gleber.

Um dos casos que nos impressionou muito, foi a respeito do menino Leo, que contava com apenas 11 anos. Esse garoto foi levado ao Hospital Beneficência Portuguesa na Cidade de São Paulo, lá ele passou pela extração do apêndice, mas o seu estado febril persistia, e os médicos estavam sem saber o que fazer, os pais do Léo, Germana e Gelmires se desesperavam.

Álvaro – perguntou a mãe aflita – existe algum Centro que possa dizer o que está acontecendo com o meu filho?
Naquela tarde telefonei ao senhor Manoel que presidia os trabalhos daquela Casa, e o bom homem prometeu que consultaria o mentor Josef Gleber, durante a reunião daquela noite.
Na manhã seguinte liguei para Caratinga e recebi a resposta:
Álvaro – informou o senhor Manoel quase aos gritos – o mentor Josef, disse que o menino está com parte do seu intestino necrosado, e terá que tirar 30 centímetros , caso contrário ele morrerá!
Fui imediatamente ao hospital, onde o Léo estava no leito rodeado por três médicos.
Entrei, a porta estava entreaberta. Respirei fundo, e tomando coragem, que não sei se hoje teria, disse aos médicos:
Fizemos uma consulta espiritual, e fomos informados de que o Léo está com parte do seu intestino necrosado, e se não operar imediatamente, ele vai morrer!
Olharam assustados com o meu atrevimento, mas procederam a cirurgia e segundo eles, retiraram os trinta centímetros do intestino do menino, que após dez anos, foi me procurar, para me entregar o convite de seu casamento. *
[02:13, 10/5/2017] +55 11 99857-5396: Aperitivos…
[02:13, 10/5/2017] +55 11 99857-5396: Me sentia envolvido por fortes emoções, com a mediunidade ainda carente de educação e equilíbrio, pois minha sensibilidade se encontrava a flor da pele. Os meus sentidos afloravam, e as percepções estavam bastante acentuadas.

Casado recentemente, e os filhos ainda não haviam nascido. Residia com a minha Rita em um quarto e cozinha, e embora os fenômenos espirituais ocorriam com barulhos no telhado, como se recebesse pedradas, portas batendo, risos e panelas caindo da prateleira, éramos relativamente felizes, apesar dos sustos.
Chegávamos em casa tarde da noite, chovia torrencialmente e o quintal estava sendo preparado para receber o cimentado, e a Rita subitamente deu um grito de dor ao sofrer uma forte torção no pé. O inchaço apareceu de pronto e a minha companheira empalideceu e teve ânsia de vomito. A carreguei no colo e a acomodei no leito, e a chuva persistia, e ela entre gemidos, solicitou para que eu fosse chamar uma senhora que aplicava passes, e que residia do outro lado da rua.

Concordei e me dirigi a porta e ao abri-la parcialmente, notei que o temporal continuava. Chamar aquela senhora tão idosa em meio a tamanha borrasca seria desumano. Sentei-me junto a mesa da cozinha e solicitei com fervor ajuda do alto, pois não estava disposto a incomodar a mulher. Para minha surpresa, quando fui até ao quarto para me desculpar, a Rita havia adormecido. Coloquei as roupas de dormir, e me acomodei cuidadoso ao lado dela.
Iniciava a oração quando visualizei no varal do pé da cama, da cintura para cima, uma freira que sorria.
Muito impressionado com a grata aparição, iniciei uma oração e após alguns segundos adormeci.

Na manhã seguinte, a Rita deixou o leito com a sua habitual destreza e pelo aroma que tomou conta do ambiente, deduzi que ela passava o café. Quando retornava portando uma bandeja, fiquei contente ao vê-la caminhando normalmente. Ao ver o meu semblante interrogativo ela informou: Você nem imagina o que aconteceu! Durante esta noite, apareceu aqui uma Irmã de Caridade, colocou a sua mão abençoada sobre o meu pé e tudo se transformou! Não sinto mais dor alguma, estou ótima!

*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 28.060 dias.
Obrigado Senhor!
*
*
***

Comentário da Tereza

20160829_Teca
*
Comentário da Tereza
*
Amiga Tereza, Salve!
Sensíveis ao contexto existencial…são aquele que percebem a profundidade das palavras dos nossos Bons Espíritos!
Eles são cuidadosos e amorosos…exercem a Tolerância de forma ininterrupta!!!
Nós somos tolerados nos nossos múltiplos tipos de deslizes.
Somos acalentados para que nossos Corações sejam apaziguados e tenhamos a serenidade para perceber nosso incontáveis error cotidianos.
Tereza, que nós tenhamos muito Amor nos nossos Corações para termos a capacidade e espargi-lo nas mais diferentes situações do nosso cotidiano…de deslizes!
Que a Paz do Mestre Jesus esteja em nosso Corações.
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.798 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
Publicação número 11.087
www.comkardec.com/
https://sinapseslinks.wordpress.com/
www.facebook.com/EudisonLeal
#comentar#20160406_Links03

Mediunidade

20150418_Parreira
*
Espírito André Luiz na obra “Mecanismos da Mediunidade”, psicografia de Chico Xavier.

“Depois de um século de mediunidade, (…), com inequívocas provas da sobrevivência, nas quais a abnegação dos Mensageiros Divinos e a tolerância de muitos sensitivos foram colocadas à prova, temo-la, ainda hoje, incompreendida e ridicularizada.

Os intelectuais, vinculados ao ateísmo prático, desprezam-na até agora, enquanto os cientistas que a experimentam se recolhem, quase todos, (…), observando-a com reserva.”
*
Colaborador: Ênio – RJ
*
Desejo que o seu Novo Dia Concedido seja: Feliz!
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
Encarnado há 27.798 dias.
Eu TE Agradeço Deus Pai!
Publicação número 11.086
www.comkardec.com/
https://sinapseslinks.wordpress.com/
www.facebook.com/EudisonLeal
#comentar#20160406_Links03

Mundo Espiritual perguntas e respostas

*
*
Por favor, click sobre a imagem para ampliá-la. Grato.
Link permanente para esta mensagem:___ http://wp.me/p1oMor-czi
*
*

*
*
Mundo Espiritual Perguntas e Respostas
*
Novo livro de Saara Nousiainen
*
Respondendo a perguntas e questionamentos sobre os seguintes temas:
*
Espiritismo
Deus
Reencarnação
Mundo Espiritual
Mundo Espiritual – Umbral
Mundo Espiritual – Nosso Lar
Mundo Espiritual – Bônus-hora
Ação e reação
Transcomunicação Instrumental
Desencarnação
Desencarnações coletivas
Mediunidade
Espíritos sofredores
Obsessão
Magia negra
Pragas – inveja – mau olhado
Céu e inferno
Amar o próximo
Procurar a felicidade
Sono e sonhos
Transição
Oração
Relaxamento com visualizações
*
CONTATO:
ALIANÇA DISTR. E EDITORA DE LIVROS ESPÍRITAS
Tel. (11) 2105 2600
*
Pessoa Jurídica: http://www.editoraalianca.org.br
Pessoa Física: http://www.livrariafae.com.br
roberto@editoraalianca.com.br
comercial1@editoraalianca.com.br a/c Juliana
Tel. (11) 2106-2600 e no
site: http://www.aliancalivraria.com.br
*

Os sãos não precisam de médico

*
*

*
*
Os sãos não precisam de médico

11. Estando Jesus à mesa em casa desse homem (Mateus), vieram aí ter muitos publicanos e gente de má vida, que se puseram à mesa com Jesus e seus discípulos; – o que fez que os fariseus, notando-o, disseram aos discípulos: Como é que o vosso Mestre come com publicanos e pessoas de má vida? –

Tendo-os ouvido, disse-lhes Jesus: Não são os que gozam saúde que precisam de médico. (S. MATEUS, cap. IX, vv. 10 a 12.)

12. Jesus se acercava, principalmente, dos pobres e dos deserdados, porque são os que mais necessitam de consolações; dos cegos dóceis e de boa fé, porque pedem se lhes dê a vista, e não dos orgulhosos que julgam possuir toda a luz e de nada precisar.

Essas palavras, como tantas outras, encontram no Espiritismo a aplicação que lhes cabe. Há quem se admire de que, por vezes, a mediunidade seja concedida a pessoas indignas, capazes de a usarem mal.

Parece, dizem, que tão preciosa faculdade devera ser atributo exclusivo dos de maior merecimento. Digamos, antes de tudo, que a mediunidade é inerente a uma disposição orgânica, de que qualquer homem pode ser dotado, como da de ver, de ouvir, de falar.

Ora, nenhuma há de que o homem, por efeito do seu livre-arbítrio, não possa abusar, e se Deus não houvesse concedido, por exemplo, a palavra senão aos incapazes de proferirem coisas más, maior seria o número dos mudos do que o dos que falam.

Deus outorgou faculdades ao homem e lhe dá a liberdade de usá-las, mas não deixa de punir o que delas abusa. Se só aos mais dignos fosse concedida a faculdade de comunicar com os Espíritos, quem ousaria pretendê-la?

Onde, ao demais, o limite entre a dignidade e a indignidade?

A mediunidade é conferida sem distinção, a fim de que os Espíritos possam trazer a luz a todas as camadas, a todas as classes da sociedade, ao pobre como ao rico; aos retos, para os fortificar no bem, aos viciosos para os corrigir. Não são estes últimos os doentes que necessitam de médico? Por que Deus, que não quer a morte do pecador, o privaria do socorro que o pode arrancar ao lameiro? Os bons Espíritos lhe vêm em auxílio e seus conselhos, dados diretamente, são de natureza a impressioná-lo de modo mais vivo, do que se os recebesse indiretamente.

Deus, em sua bondade, para lhe poupar o trabalho de ir buscá-la longe, nas mãos lhe coloca a luz.

Não será ele bem mais culpado, se não a quiser ver? Poderá desculpar-se com a sua ignorância, quando ele mesmo haja escrito com suas mãos, visto com seus próprios olhos, ouvido com seus próprios ouvidos, e pronunciado com a própria boca a sua condenação?

Se não aproveitar, será então punido pela perda ou pela perversão da faculdade que lhe fora outorgada e da qual, nesse caso, se aproveitam os maus Espíritos para o obsidiarem e enganarem, sem prejuízo das aflições reais com que Deus castiga os servidores indignos e os corações que o orgulho e o egoísmo endureceram.

A mediunidade não implica necessariamente relações habituais com os Espíritos superiores. É apenas uma aptidão para servir de instrumento mais ou menos dúctil aos Espíritos, em geral.

O bom médium, pois, não é aquele que comunica facilmente, mas aquele que é simpático aos bons Espíritos e somente deles tem assistência. Unicamente neste sentido é que a excelência das qualidades morais se torna onipotente sobre a mediunidade.
*
Livro Fonte:
O Evangelho Segundo o Espiritismo
Allan Kardec
Capítulo XXIV
Os sãos não precisam de médico
Item 11
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.wordpress.com/
*

A Mediunidade e a Psicanálise

*

A Mediunidade e a Psicanálise

Há quase um século se estuda os fenômenos orgânicos e psíquicos da mediunidade. No Brasil um dos mais importantes estudiosos nesta área é o neuropsiquiatra Sérgio Felipe de Oliveira, mestrado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor da Clínica Pineal Mind de São Paulo.

Nesta entrevista para a revista “Saúde e Espiritualidade” (“Health and Spirituality”), Dr. Sérgio nos conta um pouco de seus estudos e investigações sobre a glândula pineal e a mediunidade.

A Ciência reconhece o tema da “mediunidade”?
O Código Internacional de Enfermidades (CID) N°10 (F44.3) de certa forma o reconhece; do mesmo modo que o tratado de Psiquiatria de Kaplane e Sadock, no capítulo sobre as teorias da Personalidade, quando se refere ao estado de transe e de possessão pelos espíritos. Carl Gustav Jung, fez um estudo com uma médium possuída por espíritos. Enfim, já é uma abertura para discutir o tema do ponto de vista científico.

No seu curso, como o senhor orienta as pessoas para o estudo da mediunidade?
De início, é necessário apresentar os conceitos de Universos Paralelos e a Teoria das Superquedas, porque essas hipóteses científicas buscam a unificação de todas as forças físicas conhecidas e pressupõem a existência de 11 dimensões, coincidindo com a revelação espírita sobre os diversos planos da vida espiritual. Temos que estudar também outros temas científicos importantes, tal como a Física Quântica, apresentada por Einstein e desenvolvida por Paul Dirac, assim como o teorema de Gödel. Precisamos discutir um pouco sobre os tipos de matéria que participam da construção dos corpos sutis do espírito, além de estudar a dinâmica da Psicologia Transpessoal. Assim podemos entender melhor como se pruduz a comunicação entre os espíritos, sejam esses encarnados ou desencarnados.

Que seria realmente a mediunidade?
A mediunidade é uma faculdade da percepção sensorial. Como qualquer faculdade deste tipo, para ser exercida, a mediunidade necessita de um órgão que capte e o outro que interprete. A nossa hipótese é que a glândula pineal é um órgão sensorial da mediunidade, como um telefone celular, que capta as ondas do aspecto eletromagnético, que vêm da dimensão espiritual, e o lóbulo frontal faz o juízo crítico da mensagem, auxiliado pelas demais áreas encefálicas.

Mas a glândula pineal não se calcifica depois dos 10 anos de idade?
De fato, ocorre o processo bio-mineral da glândula e ela se calcifica. Em minha tese de doutorado da USP, investiguei os cristais da glândula pineal mediante a difração dos raios X.
Eu usei também a tomografia computadorizada e a resonância magnética. Tive a oportunidade de observar nos cristais uma micro circulação sangüínea que os mantinha metabolicamente ativos e vivos.
Acredito que sejam estruturas diamagnéticas que repelem ligeiramente o campo magnético, cujas ondas se deixam ser recocheteadas de um cristal a outro. Isso é como um seqüestro dos campos magnéticos pela glândula. Quanto mais cristais uma pessoa tem, mais possibilidades terá de captar as ondas eletromagnéticas. Os Médiums ostensivos têm mais cristais.

Quais são os sintomas da mediunidade?
Variam dependendo do tipo da mediunidade. Nos fenômenos espíritas, como é o caso da psicofonia, da psicografia, da possessão, etc, há captação pelos cristais da glândula pineal e sua ativação adenergética, quero dizer que pode ocorrer ataque cardíaco, aumento do fluxo renal, circulação periférica diminuída, etc. Nos fenômenos psíquicos, em que a alma do encarnado se afasta do corpo, como em estado de desdobramento, os sintomas são outros: podemos ter distúrbios de sono, sonambulismo, terror noturno, ranger de dentes, angústia, fobia, etc. Encaixam-se aqui também os fenômenos de cura e ectoplasma. Nos psíquicos, ocorrem mais fenômenos colienergéticos: expansão das atividades do aparelho digestivo, diminuição da pressão arterial, etc.

Quer dizer que a mediunidade não se manifesta sempre como fenômeno paranormal?
Correto. Uma boa parte das vezes, se expressa mediante alterações do comportamento psicobiológico. A explicação é a seguinte: a glândula pineal, um órgão sensorial, capta as ondas magnéticas dos universos paralelos; a percepção seria enviada ao lóbulo frontal que a interpretaria. Para isso é necessário se ter um certo treino e, antes de mais nada, a transcendência, do contrário não há desenvolvimento nessa área.

E no caso de a pessoa não conseguir essa trascendência?
Nesse caso as ondas magnéticas vão influir diretamente sobre as áreas do hipotálamo e as estruturas ao seu redor, sem passar pelo juízo crítico do lóbulo frontal e sem receber seu comando. Conseqüentemente a pessoa perde o controle do comportamento psicobiológico e orgânico. É o que acontece em muitos casos de obesidade, quando a pessoa come sem fome ou nos casos de dificuldades nas relações sexuais.
Se o efeito se produz na área da agressividade, haverá talvez um aumento da auto-agressividade (desencadeando depressão e fobia) ou da hetero-agressividade (com violência contra outras pessoas). Se o sistema reticular ascendente é ativado (esse sistema é responsavel pelos estados de sono e vigilia) podem ocorrer distúrbios nessa área. Nos casos citados ocorrem sintomas sem desenvolvimento da mediunidade, com alterações hormonais, psiquiátricas ou orgânicas. Se não há o controle do lóbulo frontal, as áreas mais primitivas predominam. A pessoa não usa a capacidade de transcendência. Essas são hipóteses que acumulei durante as investigações e nos casos clínicos.

Se um paciente lhe perguntasse se o seu problema é espiritual ou orgânico, qual seria a sua resposta?
Não existe uma coisa separada da outra. Eu parto da hipótese de que a pessoa é um espírito. Por isso a influência espiritual tem repercursão biológica e os comportamentos psico-orgânicos têm influência sobre o espírito.

Qual e o caminho para a integração da ciência e da espiritualidade?
O cérebro está, como um embrião, ligado ao coração. Não existe raciocínio sem emoção. Somente a capacidade de amar constrói a verdadeira identidade das pessoas. Somente após a união definitiva entre a Ciência e a Espiritualidade, a humanidade poderá encontrar a paz e o amor.
*
O entrevistado, Sérgio Felipe de Oliveira, é neuropsiquiatra com mestrado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e diretor da Clínica Pineal Mind de São Paulo.
*
Colaboração:
Iolanda Carneiro
Botucatu-SP
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*
Faça o download em PDF. Click aqui
*

Mediunidade

*

Mediunidade

Ter Compromisso e Responsabilidade com a Mediunidade.
Conheça o texto da Ana Joaquina – médium.
Link: http://anajo2010.blogspot.com/2010/07/mentor-espiritual.html
*
Fraternalmente,
Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida
*

Mediunidade Materializações

*

De: Álvaro Basile Portughesi
Para: Leal

Querido Leal, o seu amigo está no you tube.
Entretanto, o meu orgulho maior é estar em seu coração e no Sinapseslinks.
Abraços.
Alvaro.

Vídeo1:
http://www.youtube.com/watch?v=YFvcvN2S024
Vídeo2:
http://www.youtube.com/watch?v=DNR3V6ltV2E
Vídeo3:
http://www.youtube.com/watch?v=BftBnEbZxvM
*
Nota do Leal:
Amigo(a) visitante deste blog, Salve!
Informo que o Álvaro Basile Portughesi detem diferentes tipos de mediunidade, há mais de 50 anos.
Entre as mediunidades está de efeitos físicos, materializações luminosas.
*
Você é convidado a ver os vídeos da entrevista na JovemPan.
*
Fraternalmente,
Leal
*

Bíblia, livro mediúnico

*

ENSINOU O APOSTOLO PAULO: A BÍBLIA É UM LIVRO MEDIÚNICO

A origem mediúnica das religiões é hoje uma tese provada pelas pesquisas antropológicas e etnológicas.

Só os materialistas a rejeitam.

Os interessados podem estudar o assunto no livro do Prof. Ernesto Bozzano, Fenomini Supranormali e Popoli Primitivi (Edizione Europa, Verona), ou em nosso livro O Espírito e o Tempo, lançado pela Editora Pensamento, nesta capital. A origem da Bíblia é um capítulo natural desse processo geral que originou as religiões. Os leitores podem encontrar material a respeito no livro do prof. Romeu do Amaral Camargo, De Cá e de Lá, no meu livro já citado e em Os 3 caminhos de Hécate, editado pela Edicel.

Mas não pense o leitor que são os espíritas que afirmam a origem mediúnica da Bíblia. Quem afirmou foi o apóstolo Paulo, quando declarou peremptoriamente: “Vós recebestes a lei por mistérios dos anjos”, isto em Atos, 7:53, explicando ainda em Hebreus 2:2: “Porque a lei foi anunciada pêlos anjos”, e confirmando na mesma epístola, l:14: “Espíritos são administradores, enviados para exercer o ministério”. Antes, em Hebreus, l:7, Paulo, depois de advertir que Deus havia falado de muitas maneiras aos profetas, acrescenta: “Sobre os anjos, diz: o que faz os seus anjos espíritos e os seus ministros chamas de fogo”. Está claro que os anjos são espíritos, reveladores das leis de Deus aos homens, como afirma o Espiritismo.

Paulo vai mais longe, afirmando em Atos 7:30-31, que Deus falou a Moisés através de um anjo na sarça-ardente. Veja-se o que ficou dito acima: os anjos são espíritos, ministros de Deus, que o faz chama do fogo, nas aparições mediúnicas.

O reverendo Haraldur Nielson, em seu livro O Espiritismo e a Igreja, ele que foi o tradutor da Bíblia para o islandês, a serviço da Sociedade Bíblica Inglesa, afirma que o Cristo é muitas vezes chamado no Evangelho, no original grego, de “pneuma”, depois da ressurreição. E “pneuma” quer dizer espírito. Da mesma maneira, lembra que Paulo, em Hebreus, 12:9, refere-se a Deus como “Deus dos Espíritos”. Lembra ainda que as manifestações dos Espíritos, nas sessões que realizou com o bispo Hallgrimur Svenson em Reikjavik, eram na forma de línguas de fogo.

Essas manifestações confirmavam que o anjo da sarça-ardente e os fenómenos do Pentecostes foram mediúnicos. O que falta aos acusadores do Espiritismo é estudo. Se pusessem o seu dogmatismo de lado e estudassem um pouco, haveriam de compreender essas coisas. A Bíblia foi inspirada pêlos Espíritos, como mensageiros de Deus, no tocante aos seus livros proféticos, que chamamos de mediúnicos. Os livros históricos e de legislação civil receberam também a colaboração dos Espíritos. A Bíblia, pois, é um livro mediúnico que não pode condenar o Espiritismo, pois estaria se condenando a si mesma.

J. Herculano Pires
*
Fonte:
http://mestreviktor.blogs.sapo.pt/13104.html
*
Publicado em: SinapsesLinks
http://sinapseslinks.blogspot.com/
*

Curso da Maísa

*

Mediunidade

*

Mediunidade

Quais os sintomas da mediunidade?

Querido Amigo,

Os médiuns são os intérpretes dos espíritos; suprem, nestes últimos, a falta de órgãos materiais pelos quais transmitem suas instruções. (O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap. XIX, n.º 10). – Allan Kardec
*
Qualquer pessoa que sente a influência dos espíritos é médium. A mediunidade é um dom inerente ao ser humano. Possui inúmeros graus, desde leve sensibilidade à mediunidade ostensiva e bem caracterizada.

A mediunidade ostensiva não é privilégio e nem sempre beneficia pessoas boas, cultas ou inteligentes. Alguns médiuns não tem escolaridade e psicografam belas mensagens de cunho espiritual elevado. Como explicar isso? O fenômeno mediúnico envolve o médium e um espírito desencarnado.

É uma tarefa para a evolução do médium e resgate de erros de vidas pregressas. Ser médium não significa necessariamente que a pessoa seja espírita ou de alguma religião espiritualista.

Os médiuns estão em todas as religiões. Há vários tipos de mediunidade.

Um grande abraço iluminado!
*
Fonte:
http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090521163751AAWScMf
*

Vaidades dos Espíritas

*

3 vaidades dos espíritas:

1)
TEMPO que está na doutrina;
Ex.: Já estou no Espiritismo há NNN anos!
Obs.: Melhorou ou continua o mesmo?

2)
CARGO que tem na Casa Espírita;
Ex.: Sou diretor do departamento…
Obs.: Cumpre satisfatóriamente os encargos do cargo?

3)
MÉDIUNIDADE. Sou médium de…
Ex.: Sou médium de psicografia, psicofonia…
Obs.: A mediunidade demanda Caridade… silêncio.

Aos visitantes, por favor,
O Leal, não foge à regra.
Fraternalmente,
Leal
ep-leal@uol.com.br
*

Mediunidade

*

“Uso minha intuição a favor da lei”

A parapsicóloga forense americana ganha popularidade na tevê ao mostrar como ajuda a polícia na solução de crimes hediondos

por Suzane Frutuoso

Em uma noite, mais de 30 anos atrás, a americana Sally Headding preparava o jantar, enquanto ouvia o noticiário na tevê em sua casa, na Califórnia. A reportagem falava de uma menina que estava desaparecida.

“Quando escutei a história, imagens da criança e flashes de seu corpo já morto apareceram diante dos meus olhos, como se fosse um slide de fotos”, lembra.

O marido de Sally, um médico que vinha do plantão no hospital, a encontrou tremendo e chorando. Após ouvir suas explicações, ele quis que ela contasse à polícia qual era a área onde a garota estaria.

“Recusei. Estava certa de que me achariam maluca. Meu marido chamou os policiais e repetiu tudo o que senti”, contou. Às 6 h da manhã seguinte, policiais chegaram à casa dos Headding. Achavam que Sally sequestrara a criança.

O malentendido foi logo desfeito. Desde então, a polícia passou a contatar a parapsicóloga forense, que ajudou a desvendar mais de mil crimes em diferentes países, para auxiliar em investigações.

Sally, 65 anos, se tornou conhecida graças à série Investigadores psíquicos, exibida no Brasil pelo canal Discovery Chanel. Formada em psicologia e doutora em parapsicologia pela Universidade de Berkeley, ela prepara um livro sobre seu dom – ou fardo. Hoje viúva, mãe de uma moça e avó de duas meninas.
*
= Artigo completo em: =
Fonte: Revista Isto É
http://www.terra.com.br/istoe/edicoes/2055/uso-minha-intuicao-a-favor-da-leia-parapsicologa-forense-americana-129756-1.htm
*

Mediunidade

*

Mediunidade

Fonte:
http://www.sidneyrezende.com/noticia/31045+peso+da+mediunidade

A mediunidade é um peso na vida das pessoas?

Para responder a essa questão precisamos entender o que é mediunidade. Mediunidade é a capacidade que o ser encarnado tem de manter algum tipo de comunicação com o ser desencarnado. Todos a temos, porém, em níveis diferentes de desenvolvimento e levando-se em consideração a capacidade do espírito de reencarnar-se, tais níveis poderão ser tão baixos em determinadas encarnações que não mostrar-se-ão visíveis, levando a crer que não é uma característica de todos, principalmente, para os que não têm uma base sólida na crença do espírito e nas suas manifestações.

A mediunidade não é, portanto, um fardo ou um dom, o que não lhe atesta um peso, ou seja, não existe para punir ou abrilhantar a vida de ninguém.

A mediunidade serve para que possamos crescer e ajudar outros a crescerem também, porque nos permite aliviar, através de nossa intermediação, (comunicações com os espíritos) as dores daqueles que nos procuram nas casas espíritas. A mediunidade, além de níveis diferentes de desenvolvimento, apresenta-se de diversas maneiras ou tipos. Audição, Vidência, Intuição, Incorporação e muitas outras. Nenhuma delas é melhor que a outra e nós importa que as procuremos desenvolver adequadamente a fim de que nos tornemos aparelhos mais capazes para que os espíritos, na Umbanda denominados de Entidades ou Guias Espirituais, possam praticar os seus trabalhos espirituais.

Há diversas maneiras de se entender o tipo e a condição de trabalho da mediunidade e, conseqüentemente, do médium. Tais maneiras dependem sobremaneira da doutrina aplicada, no entanto, é fato que, por mais capacitado que seja o médium, ele sempre será um intermediário. A essência do trabalho caberá sempre ao espírito, à Entidade, ao Guia.

As manifestações da mediunidade de incorporação são sem dúvidas as mais conhecidas e, por isso mesmo, as mais discutidas. Descrevem-nas como conscientes, inconscientes e semiconscientes. Entretanto, independente de como se apresentem, o médium deverá ter sempre a humildade de aceitar que, apesar de muito importante no processo mediúnico, sua função é a de intermediário. Aceitando isso, com certeza, estará sempre incluído em um bom plano de aprendizado e melhoramento de seu nível mediúnico.

Quanto ao tipo de espírito que poderá manifestar-se através do médium, vai depender da doutrina ou mesmo religião a que o médium estiver ligado, embora, qualquer tipo de espírito poderá fazer qualquer tipo de comunicação através de um médium, desde que a sua mediunidade seja coerente com o tipo de comunicação que o espírito deseje ou possa fazer.

A Umbanda, ainda que se discuta esse fato, é uma religião de caráter espírita, pois, crê no espírito e na sua manifestação e processa-se basicamente através dessas manifestações. As Entidades de Umbanda são espíritos já dotados de grande elevação espiritual, identificados, nominal e pessoalmente, como Caboclos, Pretos-Velhos, Exus, Crianças e outros, possuindo um nome próprio específico que os identificam completamente – Caboclos: Pedra Preta, Da Pedra, Cobra Coral; Pretos Velhos: Pai João, Pai Antonio, Vovó Maria Conga; Exus: Exu Porteira, Exu Veludo, Caveira, etc…. Estes Guias manifestam-se através do seu médium sempre que forem chamados nas sessões ou nas dificuldades, ou mesmo, se definirem que há necessidade extrema de um recado ou de uma ajuda. Cada médium tem várias Entidades em sua coroa, podendo inclusive, ser mais de uma de cada tipo de Entidade sendo que uma delas em especial é considerada a Entidade de Frente, ou seja, aquela que na maior parte das vezes estará à frente para a conclusão dos trabalhos e que normalmente acompanha o médium mais efetivamente no início de seu desenvolvimento mediúnico.

De forma geral, as manifestações são sempre muito semelhantes, embora cada Entidade apresente uma característica bastante própria, mas estas diferenças não definem alguma superioridade de uma Entidade sobre outra. Para o médium o que importa é a vontade de servir e a humildade de saber-se mero intermediário, precisa ainda também de inabalada fé para esperar os momentos certos de seus merecimentos. Serão estas virtudes dos médiuns que ajudarão e muito as Entidades nos seus trabalhos de cura e soluções dos problemas que lhes apresentam.

Saravá Umbanda!
Que Oxalá abençoe a todos,
Robson Nogueira – Solo!
*

52 Henry Sobel

*

Henry Sobel

Médicos Espíritas alertam que medicações podem afetar a mediunidade da pessoa.

Acredito que o Sr. Henry Sobel passou por esta experiência desagradável.
Atentemos que todos nós podemos estar afeitos.
A Compreensão, o Amor e Compaixão precisam ser exercidos para com todos, mas em especial para com aqueles que na sua trajetória de Vida, sempre fizeram foco no Bem e na Justiça.

Leal – aprendiz em todas as instâncias da Vida.
*
*
***

52 Mediunidade – Curso

*

Curso MEDIUNIDADE & ESPIRITUALIDADE (extensivo) – Turmas 2007

Instrutores:

Maísa Intelisano e C.H. Souto

– http://www.stum.com.br/maisaintelisano

Estudo teórico-prático da mediunidade, dividido em dois módulos, incluindo, entre outros assuntos:

– mediunidade: histórico, mitos e fatos, melhores práticas;
– animismo e mistificação;
– duplo, perispírito, aura e chacras;
– obsessão e desobsessão;
– formas-pensamento;
– ectoplasma e materializações;
– bioenergias e sintomas bioenergéticos;
– sintomas mediúnicos e fenomenologia orgânica da mediunidade;
– o fenômeno mediúnico em várias correntes espiritualistas, como Umbanda e Candomblé, por exemplo;
– práticas bioenergéticas comparadas, como cromoterapia, passe, reiki e cura prânica, entre outros;
– estudo do mecanismo de vários fenômenos mediúnicos;
– a mediunidade no Brasil e no mundo;
– desenvolvimento mediúnico e prática do Método das 5 Fases de Edgard Armond.
*
TURMA 1 – aulas sempre às segundas-feiras, das 20h às 22h30, no Espaço Oásis, podendo, eventualmente, se estender até as 23h, dependendo do assunto ou da prática a ser desenvolvida,
Início: 26 de fevereiro de 2007
Término: 17 de dezembro de 2007
Horário: das 20h às 22h30
Local: Associação Espaço Oásis
Rua Michigan, 333 – Brooklin – São Paulo-SP
*
TURMA 2 – aulas sempre aos sábados, das 9h às 12h30, no IPPB.
Início: 3 de março de 2007
Término: 15 de dezembro de 2007
Horário: das 9h às 12h30
Local: Instituto de Pesquisas Projeciológicas e Bioenergéticas – IPPB – www.ippb.org.br
Rua Gomes Nogueira, 168 – Ipiranga
*
Para informações e inscrições, favor entrar em contato com Maísa Intelisano, exclusivamente pelo e-mail alfamintelis@yahoo.com.
*
Fonte: Maisa Intelisano
*
*
***